Notícias Maia

Casa cheia para encerrar o Festival Internacional de Teatro Cómico da Maia

Partilhas

O Festival Internacional de Teatro Cómico (FITCM), termina hoje, dia 14 de outubro, com o Grande Auditório do Fórum da Maia em lotação esgotada, para assistir a “Gag Movie”, uma estreia mundial da companhia madrilena Yllana.

Encerrará assim a 23ª edição do FITCM, que segundo a organização, contou com cerca de 12 mil espetadores ao longo dos 10 dias de espetáculos.
Com organização da Câmara Municipal da Maia e produção e direcção artística do Teatro Art’Imagem, que desde o dia 5 de Outubro e durante 10 dias apresentou trinta (30) espetáculos, 25 Companhias: Nove (10) portuguesas: (Nova João Telmo&Nova Companhia, D’orfeu, Eva Ribeiro, Nuvem Voadora, Trio Giro, Baal 17, Teatro Extremo, Umbigo Teatro, Seistopeia e Ana Lage. Seis (6) de Espanha vindas da Galiza, Andaluzia, Castela e Leão: (Vol’e Temps, Teatro Corsário, Mofa&Befa, A Panadaria, Desincronacidas e Yllana. Duas (3) de Itália do continente A’Secilia: Teatro Necessário, Dandy Danno e Matteo Cifariello. Uma (1) francesa: Cie du Fil a Retordre.
E com coproduções internacionais: Maribondo Portugal/Alemanha, Mr Bang/Teatro Della Caduta, Maintomano Espanha/França e o maior de todos os “bufões” vivos, Leo Bassi (EUA/Itália/Espanha) sempre entusiasticamente aclamado na Maia, que mais uma vez conseguiu trazer consigo para a rua as mais de quinhentas pessoas que assistiram ao seu “O Último Bufon”, para em conjunto soltarem um grito catártico contra o medo e pela liberdade.

Estiveram presentes no Festival entre Atores, Criadores, Produtores, Técnicos das diversas Companhias e da Organização cerca 122 Profissionais.

Os espectadores deste Festival único no pais, que homenageia o Cómico nas suas múltiplas facetas e disciplinas teatrais, em que o riso e o humor são o mote principal dos trabalhos artísticos programados, tiveram oportunidade de assistir a espectáculos com textos de autores universais como Calderón de la Barca, Luís Benavente, Avellaneda, Hans Christian Andersen, o brasileiro Roberto Athyde e autores contemporâneos de diversas latitudes até espectáculos sem palavras e de várias disciplinas teatrais, da comédia clássica ao cabaret, da farsa ao mimo e à pantomima, do novo circo ao teatro físico ou visual, das marionetas ao teatro de formas e objectos, da nova multi-comédia à música-teatro e das modalidades mais contemporâneas que usam os meios audio-visuais e digitais, para celebrarem o jogo dos homens que é o Teatro em geral.

A edição deste ano cujo o slogan “A Eutanásia da Resignação” contou pela primeira vez com interpretação em Língua Gestual Portuguesa, em vários espetáculos o que torna o FITCM mais inclusivo e acessível a outros espectadores.

COMENTE

Publicidade

media & meios

Newsletter

Top
Fórum da Maia - 30 de novembro - 21.30h

Salvador Martinha

Salvador Martinha vai finalmente apresentar o seu novo espetáculo de Stand-Up, Cabeça Ausente, no Fórum da Maia. Compre já o seu bilhete.
close-link