O casal, com antecedentes criminais, foi detido na Póvoa, no dia 2 de janeiro, e já foi presente a tribunal. O homem ficará em prisão preventiva e a mulher está obrigada a apresentações diárias e obrigação de frequência de tratamento de desintoxicação para reinserção social.

O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação Criminal de Matosinhos, deteve, no dia 2 de janeiro, um casal de 30 e 32 anos, pela prática de quatro furtos qualificados e quatro furtos simples, em Vila do Conde, Póvoa de Varzim e Maia.

Cozinca

A detenção aconteceu no âmbito de uma investigação relacionada com uma série de furtos em residência, veículo, e em estabelecimentos. Os suspeitos, através de arrombamento durante a noite, entravam nos locais e furtavam telemóveis, computadores portáteis, dinheiro, jóias e peças de vestuário. No dia seguinte, vendiam os artigos roubados. No momento da detenção foi ainda apreendida uma viatura, um telemóvel, 390 zoletes (moeda polaca) e diversas peças de vestuário.

Os detidos, com antecedentes criminais também pelo crime de roubo, foram presentes, no dia 4 de janeiro, no Tribunal Judicial do Porto, onde lhes foram aplicadas as medidas de coação de prisão preventiva para o homem, e apresentações diárias e obrigação de frequência de tratamento de desintoxicação para reinserção social para a mulher.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.