O Centro de Vacinação Avançada da Maia começou esta semana a vacinar pessoas com mais de 80 anos e recebeu a visita do Secretário de Estado da Mobilidade, Eduardo Pinheiro.

O Centro de Vacinação Avançada da Maia, situado no polo de Gemunde da Junta de Freguesia do Castêlo da Maia, começou esta segunda-feira, 22 de fevereiro, a vacinar pessoas com mais de 80 anos. 

Segundo dados avançados pela Administração Regional de Saúde do Norte, cerca de 130 mil pessoas já foram vacinadas contra a Covid-19 nos 50 centros de vacinação da região Norte.

O arranque desta fase de vacinação, que engloba pessoas com mais de 80 anos e também maiores de 50 anos no quadro de comorbidades, foi marcado esta terça-feira, 23 de fevereiro, pela visita do Secretário de Estado da Mobilidade e Autoridade de Coordenação da Situação de Calamidade na Região Norte.

Além de Eduardo Pinheiro estiveram também presentes o Presidente da Câmara Municipal da Maia, António da Silva Tiago, a Vereadora da Saúde, Emília Santos, e o Presidente da Administração Regional de Saúde, Carlos Nunes.

“Estamos com a vacinação no normal daquilo que estava previsto aqui para a Maia”

Depois de uma visita ao espaço de vacinação, que funciona nos dois pisos da Junta de Freguesia do Castêlo da Maia, Eduardo Pinheiro falou aos jornalistas e explicou que estes centros de vacinação “são prolongamentos das instalações dos centros de saúde” e que existem principalmente por questões logísticas.

O Secretário de Estado da Mobilidade garantiu que “estamos com a vacinação no normal daquilo que estava previsto aqui para a Maia” e relembrou que o centro terá capacidade para cerca de 250 inoculações por dia. “Há sempre alguma ansiedade, natural, para que o processo de vacinação decorra o mais rapidamente possível para que possamos voltar a alguma normalidade mas, até lá, é preciso manter os cuidados”, afirmou.

Sobre a possibilidade de alargar a toma a periodicidade da segunda dose, Eduardo Pinheiro explicou que todas as questões relacionadas com as vacinas estão a ser “permanentemente avaliadas”.

“Da nossa parte, estamos felizes e satisfeitos”

Também em declarações aos jornalistas, António da Silva Tiago, Presidente da Câmara Municipal da Maia, garantiu que “o município está a colaborar desde o início desta pandemia” e explicou que o transporte para o Centro de Vacinação é garantido a todos os cidadãos que precisem. Uma logística e que é possível através da colaboração das Juntas de Freguesia e da Cruz Vermelha Portuguesa.

Sobre uma possível escassez de doses, o autarca acredita que “está tudo a correr como previsto” não esquecendo a realidade de que as vacinas estão “estão a chegar [à Europa] atrasadas por dificuldade na sua produção”.

Já a terminar as suas declarações,  Silva Tiago lembrou que a Câmara Municipal tem colaborado e cooperado “intensamente” com os entidades de saúde pública e com o Governo para que “nada falte à comunidade maiata”. “Da nossa parte, estamos felizes e satisfeitos por estarmos aqui”, terminou o responsável.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.