”Adotamos como filosofia pedagógica alguns dos princípios da escola moderna aliada a atividades e contextos que permitem o desenvolvimento pessoal, emocional e espiritual”.

O Centro Educativo da Maia foi criado há já cinco anos. Os professores funcionam como supervisores de uma área compartilhada, onde os alunos trabalham em comunidade. Aqui não existe a típica formatação e segregação por ciclos que é comum à grande maioria das escolas e centros de estudos.

O Notícias Maia ouviu Hugo Leitão, sócio gerente do Centro Educativo da Maia e ao mesmo tempo Professor de Português e Inglês, que nos falou do funcionamento deste espaço e principalmente da metodologia que é aplicada.

São os alunos que diariamente propõem uma lista de tarefas a realizar de forma autónoma. Quando os objetivos estão abaixo do esperado, a equipa de docentes tenta incentivar o estudante a melhorar, sem forçar um volume de trabalho acima da capacidade de cada um.

(Aceda à reportagem completa na edição número 2 da revista Notícias Maia, disponível nas bancas)

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.