fbpx

Notícias Maia

Clínica Premier DentalCenter vence prémio de Excelência de Odontopediatria

Adriana Coura Vitória © DR/Notícias Maia
Partilhas

A clínica dentária Premier DentalCenter venceu o prémio de Excelência de Odontopediatria, atribuído pela revista internacional Global Health & Pharma. Situada no n.º 98, da Rua Doutor Carlos Pires Felgueiras, na Maia, conta já com uma equipa de 5 médicos dentistas e oferece serviços em todas as áreas da medicina dentária.

Estivemos à conversa com Carlos Vitória, Sócio Gerente da clínica e com Adriana Coura Vitória, Diretora Clínica da Premier DentalCenter.

Carlos Vitória, Sócio Gerente. © DR/Notícias Maia

Notícias Maia (NM): A Premier DentalCenter está na Maia há já 7 anos. O que vos distingue das outras clínicas dentárias?
Carlos Vitória (CV): O que nos distingue é a proximidade com o nosso paciente. Abrimos apenas como consultório mas fomos surpreendidos pela boa receção dos maiatos e, ao longo do tempo, crescemos de forma a criar uma clínica com todas as ofertas na área da medicina dentária. A Dra. Adriana é a alma desta clínica e como médica dentista é extremamente competente. É apaixonada pela área e tem vocação, estando constantemente à procura de conhecimento e de novas técnicas.

NM: Que tratamentos oferecem e com quantos colaboradores conta atualmente a Premier DentalCenter?
CV: Estamos focados na área de implantologia, na ortodontia e na área estética e de facetas. No entanto, a clínica realiza todo o tipo de serviço em medicina dentária, como por exemplo prostodontia, periodontia, endodontia, cirurgia oral e raio-x. Neste momento temos cinco médicos dentistas, duas assistentes e uma rececionista.

NM: Pudemos observar na sala de espera que recebem pacientes de diversos países. A que se deve isso?
CV: Foi mero acaso. Quando começamos a crescer, lentamente e de forma sustentada, apercebemo-nos que havia indicações de pacientes a familiares e conhecidos que residem no estrangeiro. Foi este boca-a-boca que nos trouxe pacientes até dos Estados Unidos. Começamos agora a pensar que temos de nos focar nessa vertente. Há também um fator muito importante, que é o Aeroporto. Mesmo para um tratamento mais prolongado é fácil ficar aqui num hotel próximo. Também temos casos de pacientes que chegam de manhã e vão para os seus países no mesmo dia, provenientes por exemplo da Suíça, do Reino Unido ou da Bélgica.

NM: Estamos portanto a falar de um reconhecimento, por parte dos clientes, que superou os objetivos iniciais. Quais são os objetivos para o futuro?
CV: Queremos continuar a ser fortes e sustentáveis e pretendemos aumentar o número de colaboradores e dar-lhes estabilidade. Desejamos manter sempre o foco no paciente e para isso, diariamente, relembro que nos devemos pôr no lugar dele, desde que entra na sala de espera.

NM: Foram recentemente distinguidos pela revista internacional Global Health & Pharma com o prémio de “Clínica Dentária do Ano – Área Metropolitana do Porto – Prémio de Excelência de Odontopediatria”. Como surgiu este galardão?
CV: Pensamos que foi principalmente devido aos pacientes que começaram a vir de fora, especialmente Ingleses e Americanos, que deram a conhecer os nossos serviços. Para nossa surpresa, fomos contactados e informaram-nos desta distinção. É mais um fator de motivação para nós.

Adriana Coura Vitória, Diretora Clínica, apresenta um vasto currículo, com um Mestrado pela Faculdade de Medicina Dentária da Universidade do Porto, Especialidade em Implantologia Avançada pela Universidade São Leopoldo Mandic, São Paulo, Brasil, Pós-Graduação em “Periodontal Plastic Surgery” pelo College of Dentistry, New York University, USA, Pós-Graduação em “Oroficial Aesthetics” pelo College of Dentistry, New York University, USA, Pós-Graduação em “Reabilitação Oral e extra-oral com Implantes Osteointegrados”, pela Faculdade de Medicina do Porto, Universidade do Porto, Portugal, Curso de “Capacitação Em Estéticos -Evolution Aligner System, Ortodontia”, Instituição de Educação Morumbi, São Paulo, Brasil, Curso de “Reabilitação Adesiva com Concentração em Laminados Cerâmicos”, Clínica Dental Studio, Copacabana, Rio de Janeiro, Brasil, Pós-Graduação em Ortodontia e Licenciatura em Odontologia.

NM: Enquanto Diretora e Médica, como caracteriza o seu trabalho?
Adriana Coura Vitória (ACV): Eu trabalho de uma forma muito personalizada, procuro o lado humano e tento encontrar todos os problemas. As pessoas procuram um dentista atento, que não deixe passar nenhum detalhe.

NM: Ainda existe quem tenha medo de ir ao dentista?
ACV: Existe muita gente! Há pacientes que ficam em pânico com o dentista e com os barulhos. Já tive pacientes que pediram um anestesista e há até quem peça para receber anestesia geral, o que não se justifica.
Por vezes tratam-se de pacientes que fizeram tratamentos há vários anos, que correram mal. Hoje há muito mais tecnologia e não se justifica que o paciente sinta dor. Na Premier DentalCentar investimos muito em materiais e em instrumentos para que o paciente não sinta esse desconforto. Muitas vezes temos de adaptar o paciente ao tratamento, sem pressa. Começamos por coisas mais simples e avançamos para as mais complexas. Isso tranquiliza quem está sentado na cadeira.

NM: Esse medo é consequência de um contacto tardio com a medicina dentária? Com que idade se deve começar a vir ao dentista?
ACV: Deve-se começar desde muito pequeno mesmo. A cárie é uma doença infecto-contagiosa multifatorial, isto é, depende de vários fatores para se instalar. Para se desenvolver, a cárie precisa de microbiota específica, uma dieta rica em carboidratos, e uma higiene precária. Com o acumular da placa bacteriana, são necessárias apenas 72h para que o processo de cárie se inicie. A melhor forma de promover a saúde é ensinando como prevenir as doenças e incentivar bons hábitos tanto alimentares quanto de higiene.

NM: Gosta do que faz e investe em formação?
ACV: Adoro o que faço e podia trabalhar horas atrás de horas. Gosto de informação e conhecimento, não me limitando à medicina dentária. Todos os dias surgem novas técnicas, mesmo para tratamentos que já sabemos fazer. Quero também investir em tecnologia. Hoje em dia já se pode fazer um dente praticamente numa hora.

NM: Esse investimento em tecnologia significa atualizar constantemente os equipamentos da clínica?
ACV: Exatamente. Ainda recentemente adquirimos e instalamos uma nova máquina de TAC (Tomografia Axial Computorizada). Permite-nos realizar radiografias tridimensionais, possibilitando um tratamento mais seguro. Podemos consultar o exame na hora.

Premier DentalCenter
https://premierdentalcenter.pt/
Rua Dr. Carlos Pires Felgueiras, 98
Sobreloja A | 4470-157 Maia – Portugal
229 424 620 | 913 042 262 | 927 527 988
[email protected]

COMENTE

Publicidade

Publicidade

media & meios

Newsletter

Mais Populares

Top