“Todas as cidades europeias estão a adaptar-se aos efeitos das alterações climáticas, criando mais espaços verdes”

A coligação “Um Novo Começo”, liderada por Francisco Vieira de Carvalho, candidato à presidência da Câmara da Maia nas eleições autárquicas, apresentou este domingo o projeto “Parque Central da Maia – Uma nova Vida Para a Cidade”, que pretende transformar o centro do concelho.

“Este projeto não é um sonho, mas apenas corresponde ao que todas as cidades vão ter que fazer, no futuro, na sequência do Acordo de Paris, relativo às Alterações Climáticas, com a descarbonização. Ele visa proporcionar maior qualidade de vida e de sociedade às pessoas que aqui vivem, promover interação social, criar modos de vida e, também, contribuir para aquilo que nos falta, a identidade coletiva. A transformação desta zona vai beneficiar 20 mil maiatos”, explicou António Ramalho, Especialista em Planeamento e Projeto do Ambiente Urbano.

O mesmo técnico, que é candidato a número 6 na equipa de vereação, explicou que o objetivo é criar espaços verdes contínuos desde o Santuário Mariano da Nossa Senhora do Bom Despacho até às Portas da Maia. “Todas as cidades europeias estão a adaptar-se aos efeitos das alterações climáticas, criando mais espaços verdes”, enfatizou António Ramalho, lembrando que vão nascer corredores de metro relvados, esplanadas ajardinadas, um viaduto ajardinado sobre a EN 14, um jardim vertical na Câmara e ainda um novo jardim na zona frontal do mesmo edifício.

Francisco Vieira de Carvalho anunciou que este projeto de transformação da zona central da cidade, visa melhorar a qualidade de vida das pessoas e pretende englobar ainda, junto ao Jardim Zoológico, um parque no qual elas podem soltar em segurança o seu animal de estimação, sem risco de incomodar quem quer que seja, afirmando que “os técnicos do zoo vão passar a dar apoio, de forma gratuita, aos proprietários de animais”, concluiu Francisco Vieira de Carvalho.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.