Notícias Maia

Conselho Municipal da Educação elogia o arranque do ano escolar

Partilhas

Conselho Municipal da Educação reuniu no dia 15 de janeiro e voltou a aplaudir o arranque do ano escolar na Maia.

“O Conselho Municipal da Educação da Maia voltou a avaliar muito positivamente toda a preparação e o início do presente ano escolar”, afirma Emília Santos.

A Vereadora da Educação da Câmara Municipal da Maia manifestou-se satisfeita pelas conclusões da 27ª reunião do Conselho Municipal de Educação do município. “Os membros presentes realçaram nomeadamente o bom trabalho realizado quer nas obras em escolas quer nos diversos projetos pedagógicos, que centram a Educação em torno do alunos e das famílias”, afirmou.

A reunião, a 3ª realizada no atual mandato, decorreu na passada terça-feira e foi aberta pelo Presidente da Autarquia, Antonio Silva Tiago.

Competiu à vereadora com o pelouro da Educação e Ciência coordenar a ordem de trabalhos, com especial enfoque para o balanço do arranque do atual ano letivo. Os membros do Conselho discutiram o impacto dos novos projetos (promovidos pela Câmara e pelos Agrupamentos de Escolas), bem como as mais-valias trazidas pelo novo modelo das AEC.

Outro dos temas centrais foi a solução dada pela Câmara Municipal ao grave problema da falta de recursos humanos – que é transversal às diferentes escolas da Maia e a muitas do País. Emília Santos lembrou que foi necessária a intervenção do município para resolver a crise. “Teve de ser a Autarquia, novamente através da colocação de assistentes operacionais e da assinatura (junto do IEFP) de mais de meia centena de contratos de emprego e inserção, a viabilizar a abertura do ano letivo nas escolas da Maia. Senão, o arranque não teria decorrido com normalidade”, explicou.

Outro dos destaques da reunião foi o projeto “Desafios para a Equidade na Educação”, um programa bem demonstrativo das preocupações sociais da Câmara Municipal da Maia. O projeto promove natação, musicotetapia e terapia assistida com cavalos, atividades relevantes para o desenvolvimento das crianças com necessidades de saúde especiais que frequentam os centros de apoio à aprendizagem das escolas do 1º Ciclo. “No fundo, o projeto funciona como um suporte para as famílias destas crianças.”

Segundo a vereadora, este projeto, ao prever um programa de férias para os alunos, responde a uma das maiores dificuldades destas famílias: a falta ou alto custo de ofertas nesse âmbito.

Relativamente às obras escolares, a Autarquia deu a conhecer o estado das intervenções a decorrer nas EB 2/3 da Maia, Gueifães e Dr. Vieira de Carvalho, bem como das inúmeras intervenções efetuadas e planeadas, nos espaços onde funcionam o 1º ciclo e o pré-escolar.

A reunião terminou com a aprovação unânime das regras para a atribuição de prémios de mérito e excelência escolar.

“As considerações feitas pelos Membros do Conselho Municipal de Educação mostram que a Maia está no bom caminho”, conclui Emília Santos.

COMENTE

Publicidade

Publicidade

media & meios

Newsletter

Top