Esta é uma das maiores subidas diárias na Maia, após uma semana em que os números oficiais comunicados pela DGS tinham quase estabilizado.

O número total de testes positivos no concelho da Maia, comunicados pela Direção-Geral de Saúde, passou de 770 para 826 nas últimas 24 horas. Este domingo, a DGS indica 56 novos casos, um crescimento de 7,3%. A Maia registou hoje quase 12% de todos os novos casos contabilizados em Portugal.

Ordem dos Advogados Maia

Os municípios com o maior número de casos são Lisboa (1406), Vila Nova de Gaia (1263), Porto (1211),  Braga (1019), Matosinhos (1017), Gondomar (966), Maia (826) e Valongo (700).

Sobre as dúvidas levantadas sobre a legalidade do registo de temperatura dos trabalhadores por parte das entidades patronais, a ministra da saúde, Marta Temido, garantiu hoje na conferencia de imprensa diária, que todos os trabalhadores têm a “obrigação” de medir de a própria temperatura, duas vezes ao dia, e de se absterem de ir trabalhar caso notem alguma alteração. O Ministério do Trabalho e da Segurança Social vai “tomar medidas legislativas” sobre este assunto, acrescentou.

A ministra revelou ainda que, através de uma amostra de 20958 casos de infeção confirmados entre 18 e 24 de abril, foi possível perceber que 30% dos pacientes foram contagiados com a Covid-19 dentro das próprias casas. Outros 25% respeitam a situações de surto em instituições coletivas, tais como lares de idosos, empresas ou hostéis e 9% dos infetados indicaram contactos com amigos e familiares fora de casa.

Casos por 100 mil habitantes em municípios nos arredores da Maia

Município Casos Covid-19 Casos por 100 mil habitantes
Valongo 700 727,4
Maia 826 601,8
Matosinhos 1017 584,3
Gondomar 966 583,2
Porto 1211 563,4
Santo Tirso 305 446,1
Vila Nova de Gaia 1263 421,2
Trofa 129 336,9
Vila do Conde 234 294,3

Portugal passou as 900 mortes

Em todo o país há hoje mais 472 casos confirmados, fazendo subir para 23864 o número total de infeções em Portugal, de acordo com a DGS. Há mais 23 vítimas mortais em relação a sábado, elevando o número total de mortes por Covid-19 para 903. O número de recuperados aumentou, com mais 52 pessoas do que ontem. Estão atualmente 1005 doentes internados em hospitais, 182 deles em unidades de cuidados intensivos.

Segundo a informação avançada hoje pela Ministra da Saúde, Marta Temido, o valor do número médio de infeções secundárias provocadas por cada infetado, medido ao longo do tempo, situava em 1,04 (0,99 na região Norte e 1,2 na região de Lisboa e Vale do Tejo), entre 16 a 20 de abril, os últimos cinco dias de que há registo.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.