Total fica nos 909 casos, depois da DGS comunicar esta terça-feira a inexistência de novos casos de infeção no concelho da Maia.

O total de pessoas infetadas com a Covid-19 no concelho da Maia, comunicado pela Direção-Geral da Saúde, manteve-se nas 909 nas últimas 24 horas. Esta terça-feira não há registo de novos casos no relatório diário.

Ordem dos Advogados Maia

Os municípios com o maior número de casos são Lisboa (1791), Vila Nova de Gaia (1458), Porto (1304), Matosinhos (1216), Braga (1153), Gondomar (1050), Maia (909) e Sintra (790).

Lisboa continua a ser o concelho do país com mais casos da Covid-19 e teve igualmente o maior crescimento neste Boletim, marcado pelas subidas noutros concelhos de Lisboa e Vale do Tejo: houve mais 29 casos em Loures, mais 24 em Odivelas, mais 21 em Sintra, mais 11 em Oeiras e mais dez na Amadora. Em sentido contrário, alguns dos concelhos do Norte com mais casos tiveram subidas residuais, como os casos de Vila Nova de Gaia (mais três), Porto (mais um), Braga (mais um) ou Gondomar (mais dois).

Hoje, Espanha aprovou que vai impor uma quarentena de 14 dias a todas as pessoas que cheguem do estrangeiro. Por seu lado, o Governo Português ainda não decidiu se vai impor quarentena a quem chega de fora, incluindo aos emigrantes. “Estamos em permanente contacto com o governo espanhol no sentido de podermos articular quaisquer medidas ou decisões que possam ser tomadas e igualmente faremos com os países de proveniência”, avançou hoje o secretário de Estado da Saúde, Lacerda Sales.

Casos por 100 mil habitantes em municípios nos arredores da Maia

Município Casos Covid-19 Casos por 100 mil habitantes
Valongo 737 765,8
Matosinhos 1216 698,6
Maia 909 662,3
Gondomar 1050 633,9
Porto 1304 606,7
Santo Tirso 373 545,5
Vila Nova de Gaia 1458 486,2
Trofa 142 370,9
Vila do Conde 281 353,5

Maior número de casos recuperados num só dia

Portugal tem 27913 casos confirmados de Covid-19, segundo o Relatório da Direção Geral da Saúde desta terça-feira. Houve um aumento de 234 casos (+0,8%). Já o número de mortes subiu de 1144 para 1163, mais 19, o que fez subir a taxa de letalidade para 4,17%. O número de casos recuperados passou para 3013, mais 464 (+18,2%).

O número de casos em internamento regista menos 96 casos, para um total de 709. Já o número de casos em Unidades de Cuidados Intensivos, subiu uma pessoa, num total de 113.

Em 15 dos últimos 16 dias não existiram novos casos importados.  Hoje mantêm-se os mesmos 770 casos importados, provenientes de 50 países. Espanha (177), França (137), Reino Unido (88), Emirados Árabes Unidos (48) e Suíça (45) continuam a ser os cinco países com maior registo de casos importados.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.