São agora 908 casos, depois da DGS comunicar este sábado a existência de 2 novos casos de infeção no concelho da Maia. 

O total de pessoas infetadas com a Covid-19 no concelho da Maia, comunicado pela Direção-Geral da Saúde, subiu de 906 para 908 nas últimas 24 horas. Este sábado há registo de 2 novos casos no relatório diário, num crescimento de 0,2%.

Ordem dos Advogados Maia

Os municípios com o maior número de casos são Lisboa (1724), Vila Nova de Gaia (1448), Porto (1300), Matosinhos (1197), Braga (1149), Gondomar (1048), Maia (908) e Sintra (745).

“Norte mais qualificado, “Norte mais atrativo” e “Norte com mais energia” são os eixos do novo plano de recuperação do turismo no Norte para avançar em junho e combater crise no setor provocada pela pandemia. O objetivo é convidar o turista português a visitar no verão os territórios do Norte com baixa densidade populacional em tempos de coronavírus.

Casos por 100 mil habitantes em municípios nos arredores da Maia

Município Casos Covid-19 Casos por 100 mil habitantes
Valongo 737 765,8
Matosinhos 1197 687,7
Maia 908 661,6
Gondomar 1048 632,7
Porto 1300 604,8
Santo Tirso 370 541,1
Vila Nova de Gaia 1448 482,9
Trofa 142 370,9
Vila do Conde 276 347,2

Covid-19 provocou 450 mortos em lares

Hoje aumentou em 0,5% o número total de infetados, para 27406 – foram mais 138 testes positivos. O número de recuperados aumentou em 77, para 2499 pessoas. Morreram ainda mais 12 pessoas com a Covid-19 e número de óbitos aumentou para 1126.

O boletim da DGS deste sábado dá conta de menos 27 pessoas internadas em hospital, descendo o total para 815. Dessas, 120 estão em cuidados intensivos, um número menor do que os 127 da véspera.

Segundo os dados recolhidos entre os dias 1 e 5 de maio e analisados pelo Instituto Ricardo Jorge, o número de pessoas contagiadas por cada doente infetado, situa-se neste momento nos 1,04.

Até à meia-noite de ontem tinham morrido nos lares em Portugal 450 idosos, sendo que destes 243 na região Norte, 134 na região Centro, 69 em Lisboa e Vale do Tejo e 4 na região do Algarve, anunciou a diretora-Geral da Saúde, Graça Freitas. Acima dos 70 anos, a taxa de letalidade é neste momento de 15%.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.