O espaço promovia convívios e estava a funcionar ilegalmente como restaurante num edifício habitacional.

O Comando Territorial da GNR do Porto encerrou, no passado dia 26 de fevereiro, um “espaço que promovia convívios e que estava a funcionar ilegalmente como restaurante num edifício habitacional”, na localidade de Alfena, em Valongo. Tinha sete pessoas no seu interior.

Cozinca

Na sequência de “denúncias que davam conta da realização de diversos convívios naquelas instalações”, apontam os militares, a Guarda efetuou diligências que levou ao apuramento de que “ali funcionava ilegalmente um espaço destinado à confeção de refeições para terceiros e para promoção de convívios”.

Em comunicado, a Autoridade revela ainda que, no âmbito desta investigação, foi “constituído arguido um homem de 70 anos”, tendo os factos sido remetidos para o Tribunal Judicial de Valongo.

Foram ainda elaborados oito autos de contraordenação, dos quais sete às pessoas presentes no local por incumprimento ao dever geral de recolhimento domiciliário e um por “promoção de convívios”.

A GNR recordou, na mesma nota, que se encontram “encerradas as instalações e estabelecimentos como discotecas, bares, salões de dança ou de festa”, no âmbito das medidas de combate à Covid-19.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.