Segundo aumento do número de casos numa semana. O boletim da DGS deste sábado indica 770 casos na Maia, mais 7 do que no dia anterior e um crescimento de 0,9%.

O número de resultados positivos no concelho da Maia, comunicados pela Direção-Geral de Saúde, passou de 763 para 770 nas últimas 24 horas. Há assim, segundo os dados oficiais, um total de 770 infeções detetadas até ao dia de hoje.

Ordem dos Advogados Maia

Os municípios com o maior número de casos são Lisboa (1346), Vila Nova de Gaia (1180), Porto (1120),  Braga (974), Matosinhos (945), Gondomar (897), Maia (770) e Valongo (660).

Lisboa voltou esta semana a ser o concelho com mais casos de Covid-19 no país e teve o maior aumento neste boletim, com 75 novos casos. Ainda entre os três municípios com mais casos,Vila Nova de Gaia registou mais 17, tal como o  Porto. As outras subidas mais altas do dia foram em Guimarães (mais 26) e em Braga (mais 24).

A ministra da Saúde, Marta Temido, explicou hoje que há uma mudança no critério para dar um doente como recuperado. Agora, “está livre de doença” quem já não tenha sintomas e simultaneamente tenha apenas um teste negativo após 14 dias depois do início de sintomas. Para os doentes que tenham tido internamento, mantém-se o critério de dois testes negativos, com intervalo de 24 horas.

Ainda na conferencia de hoje, Graça Freitas explicou as alterações feitas pela Direção Geral da Saúde, dando a conhecer que agora os pedidos de teste passam, da linha Saúde 24, para a competência dos centros de saúde.

Casos por 100 mil habitantes em municípios nos arredores da Maia

Município Casos Covid-19 Casos por 100 mil habitantes
Valongo 660 685,8
Maia 770 561,0
Matosinhos 945 542,9
Gondomar 897 541,6
Porto 1120 521,1
Santo Tirso 284 415,4
Vila Nova de Gaia 1180 393,5
Trofa 115 300,4
Vila do Conde 212 266,7

Novos casos sobem 2,6%

Portugal tem 23392 casos confirmados de Covid-19, segundo o Relatório da Direção Geral da Saúde deste sábado, dia 25 de abril. Houve um aumento de 595 novos casos (+2,6%). O número de mortes subiu de 854 para 880, mais 26, o que fez subir ligeiramente a taxa de letalidade para 3,76%. O número de casos recuperados é agora de 1277, mais 49 (+4%).

Há menos 28 casos internados nas últimas 24 horas (-2,6%) e menos dois casos em Unidades de Cuidados Intensivos (-1,1%).

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.