Total fica nos 944 casos, depois da DGS comunicar esta quinta-feira a inexistência de novas infeções no concelho da Maia.

O total de pessoas infetadas com a Covid-19 no concelho da Maia, comunicado pela Direção-Geral da Saúde, manteve-se nas 944 nas últimas 24 horas. Esta quinta-feira não há registo de novos casos no relatório diário.

DS Crédito

Os municípios com o maior número de casos são Lisboa (2290), Vila Nova de Gaia (1553), Porto (1351), Matosinhos (1277), Braga (1218), Sintra (1173), Gondomar (1083) e Maia (944).

No plano de desconfinamento que entra na terceira fase já no dia 1 de junho poderá haver alterações, em consequência do número de casos e da situação não estar controlada em Lisboa e Vale do Tejo como está nas regiões Norte e Centro do país, por exemplo. Questionado sobre se poderá haver uma abertura a duas velocidades, o deputado do PSD, Ricardo Baptista Leite, afirmou que o “Governo disse que ia ponderar” um calendário ou regras diferentes para Lisboa, ainda que destaque a resposta “não foi taxativa”.

Por seu lado, para Marcelo Rebelo de Sousa “a visão global é positiva”, apesar da região de Lisboa e Vale do Tejo ser o foco de “preocupação”. No entanto, o Presidente da República rejeita a ideia de que há “descontrolo” nessa região.

Casos por 100 mil habitantes em municípios nos arredores da Maia

Município Casos Covid-19 Casos por 100 mil habitantes
Valongo 757 786,6
Matosinhos 1277 733,6
Maia 944 687,8
Gondomar 1083 653,9
Porto 1351 628,6
Santo Tirso 391 571,9
Vila Nova de Gaia 1553 517,9
Trofa 146 381,3
Vila do Conde 294 369,8

Lisboa e Vale do Tejo é o foco da Covid-19 em Portugal

Portugal tem agora um total de 31596 casos confirmados de Covid-19, segundo o Relatório da Direção Geral da Saúde desta quinta-feira, 28 de maio. Trata-se de um aumento de 304 casos que representa uma subida percentual de 0,97%, a mais alta desde o dia 8 de maio. Já o número de mortes subiu de 1356 para 1369, com 13 vítimas mortais registadas nas últimas 24 horas. A taxa de letalidade da doença está neste momento nos 4,6%. Registam-se agora 18637 casos recuperados, mais 288 do que no dia anterior.

Os números de casos internados e de pessoas em Unidades de Cuidados Intensivos não mudaram muito de ontem para hoje: registam-se mais 2 casos de internamento e menos 1 caso nos Cuidados Intensivos. Estão agora 512 pessoas internadas e 65 em Cuidados Intensivos.

Tal como nos últimos dias, uma grande parte do aumento diário de casos registou-se na região de Lisboa e Vale do Tejo: dos 304 novos casos, 265 (aproximadamente 87%) foram encontrados nesta zona do país.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.