Total fica nos 946 casos, depois da DGS comunicar esta sexta-feira a inexistência de novas infeções no concelho da Maia.

O total de pessoas infetadas com a Covid-19 no concelho da Maia, comunicado pela Direção-Geral da Saúde, manteve-se nas 946 nas últimas 48 horas. Esta sexta-feira não há registo de novos casos no relatório diário.

DS Crédito

Os municípios com o maior número de casos são Lisboa (2555), Vila Nova de Gaia (1580), Sintra (1521), Porto (1401), Matosinhos (1285), Braga (1233), Loures (1172) e Gondomar (1088).

António Costa visitou esta manhã o Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, para dar um sinal de que os aeroportos estão prontos para aumentar a atividade, em segurança. O dia 15 de junho vai ser o dia de arranque do turismo e da aviação, com o primeiro-ministro a antecipar que esse será o dia em que serão “reativadas rotas, abertas fronteiras” e que toda a União Europeia “vai fazer um esforço para que o turismo retome a sua atividade em pleno”. António Costa deixou ainda uma vez mais a certeza de que, mesmo com a crise, “o futuro vai contar com o Novo Aeroporto do Montijo”.

Casos por 100 mil habitantes em municípios nos arredores da Maia

Município Casos Covid-19 Casos por 100 mil habitantes
Valongo 761 790,7
Matosinhos 1285 738,2
Maia 946 689,3
Gondomar 1088 656,9
Porto 1401 651,8
Santo Tirso 395 577,7
Vila Nova de Gaia 1580 526,9
Trofa 146 381,3
Vila do Conde 296 372,3

Lisboa e Vale do Tejo com 89% dos novos casos

A Direção Geral de Saúde divulgou hoje que nhá registo de mais dez óbitos e mais 377 casos de infeção nas últimas 24 horas. Há agora registo de 1465 mortes desde o início da pandemia e 33969 casos confirmados de infeção em Portugal.

Contam-se agora mais 30 pessoas hospitalizadas, sendo agora 475, e mais seis casos de internamentos em unidades de cuidados intensivos (eram 58, agora são 64).

Dos 377 novos casos confirmados de infeção no país, 336 — ou seja 89% — foram detetados na região de Lisboa e Vale do Tejo, confirmando a tendência dos últimos dias.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.