Após seis dias sem novos casos, a DGS volta a dar conta da existência de novas infeções na Maia. Hoje há 2 novos casos, elevando o total para 946.

O total de pessoas infetadas com a Covid-19 no concelho da Maia, comunicado pela Direção-Geral da Saúde, subiu de 944 para 946 nas últimas 24 horas. Esta quarta-feira há registo de 2 novos casos no relatório diário, num crescimento de 0,21%.

Cozinca

Os municípios com o maior número de casos são Lisboa (2486), Vila Nova de Gaia (1580), Porto (1361), Sintra (1400), Matosinhos (1285), Braga (1228), Loures (1114) e Gondomar (1086).

António Lacerda Sales garantiu hoje que no mês de abril foram feitos 11.500 testes por dia, em maio foi feira uma média de 13.550 por dia, e na última semana foram feitos 13 mil testes por dia. “Há um plano de testagem nas empresas da Grande Lisboa, maioritariamente na Azambuja, tendo sido já recolhidas amostras, outras estão a acontecer hoje e vão continua a decorrer. No total, foram feitas até ao momento 3800 colheitas, e do universo de 18100 trabalhadores, 6000 farão testes hoje”, informou o secretário de Estado da Saúde.

Casos por 100 mil habitantes em municípios nos arredores da Maia

Município Casos Covid-19 Casos por 100 mil habitantes
Valongo 760 789,7
Matosinhos 1285 738,2
Maia 946 689,3
Gondomar 1086 655,7
Porto 1361 633,2
Santo Tirso 395 577,7
Vila Nova de Gaia 1580 526,9
Trofa 146 381,3
Vila do Conde 295 371,1

Mais de 20 mil recuperados

Portugal registou até esta quarta-feira um total de 33261 casos de covid-19, com um aumento de 366 infetados nas últimas 24 horas. Há mais 11 mortes, num total de 1447, e mais 210 recuperados. Desde o início da pandemia, o novo coronavírus já matou 1447 portugueses. O número total de pessoas consideradas curadas desde o início do surto em Portugal ultrapassou hoje a barreira das as 20 mil (20079).

Relativamente aos doentes internados, o seu número diminuiu, sendo agora 428, menos quatro do que ontem. Nos cuidados intensivos estão 56 pacientes, menos dois do que no dia anterior.

Dos 366 novos casos de infeção, 91,5% (335) aconteceram na região de Lisboa e Vale do Tejo, que também registou a maioria das mortes (foram 10 das 11 registadas em todo o país).

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.