O Comando Territorial da GNR, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas do Porto, no dia 17 de julho, deteve um homem de 35 anos, pelo crime de violência doméstica, no concelho da Maia.

Na sequência de uma investigação pelo crime de violência doméstica, a GNR apurou que o agressor, ameaçava, injuriava e exercia violência física contra a vítima, de 36 anos, sua ex-companheira, durante a relação que mantiveram durante 13 anos, chegando, inclusive, a agredir a mesma enquanto esta se encontrava no período de gravidez dos dois filhos que têm em comum.

Cozinca

Foi ainda apurado, segundo a GNR, que o suspeito teria colocado um sistema de vídeo vigilância no local de trabalho da vítima para assim a controlar à distância, e que teria adquirido uma arma de fogo.

Perante os factos, foram cumpridos dois mandados de busca, uma domiciliária e uma em veículo, tendo sido apreendida uma arma de fogo e três munições.

Em comunicado, a Guarda Nacional Republicana revela que o suspeito foi detido e presente ao Tribunal Judicial de Matosinhos, onde lhe foram aplicadas as medidas de coação de proibição de contacto por qualquer meio com a vítima, afastamento da vítima, não se podendo aproximar num raio de pelo menos 500 metros, sendo controlado à distância através de pulseira eletrónica.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.