Os dois homens já foram interrogados e foi-lhes aplicada a medida de coação que obriga o afastamento da vítima.

Dois homens de 59 e 62 foram detidos ontem, dia 11 de novembro, depois de uma investigação, levada a cabo pelo Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas do Porto, ter concluído que ambos os homens exerciam violência contra as suas esposas.

Ambos residentes no concelho da Maia foram presentes ao 1º interrogatório judicial no Tribunal Judicial de Matosinhos no dia da detenção e já conhecem as medidas de coação. Estão ambos obrigados ao afastamento da residência, à proibição de contacto por qualquer forma ou meio com a vítima, e não se podem aproximar da mesma num raio de 100 metros.

Ao que o Notícias Maia teve acesso, nesta investigação por violência doméstica, os militares da GNR apuraram que o suspeito de 62 anos, nos últimos quatro anos exerceu violência física e psicológica contra a sua esposa, de 59 anos, “havendo uma escalada de violência física nos últimos meses, com puxões de cabelo, pontapés e estalos na cara, ameaçando-a de morte com recurso a uma arma branca”.

No segundo caso, foi apurado que o suspeito de 70 anos, durante os últimos dez anos de casamento, maltratou física e psicologicamente a vítima, a sua esposa de 66 anos. No comunicado enviado pelo Comando Territorial do Porto pode ler-se que o suspeito era “consumidor habitual de bebidas alcoólicas, injuriava e ameaçava a vítima de morte, chegando a agredi-la com um ferro na cabeça2.

Este caso é conhecido poucos dias depois de um homem, de 63 anos, ter também sido detido por violência doméstica contra a sua esposa.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.