Partilhas

Há colégios privados a informar os encarregados de educação que no próximo ano letivo não farão descontos nas mensalidades caso tenham que voltar as suspender as aulas presenciais por causa da pandemia.

A reportagem é da SIC e dá conta de que vários colégios privados estão a acrescentar novas cláusulas nos contratos de inscrição onde fica claro que, caso as aulas presenciais voltem a ser suspensas por causa da pandemia, não haverá descontos nas mensalidades pagas.

Convicta

Estas novas cláusulas nos contratos de inscrição já estão a ser comunicadas e, ao que a SIC avança, estão a ser contestadas por alguns pais.

Um dos exemplos desta conduta é o Colégio Novo da Maia. Segundo afirma a estação televisiva, este novo regulamento diz que “caso as autoridades públicas imponham períodos de suspensão das atividades presenciais, diminuição do currículo ou modo como os estabelecimentos de ensino prestam o serviço, não haverá redução da anuidade”.

David Pinto, diretor do Colégio Novo da Maia, explicou à SIC que, face à situação em que se vive e “ao grau de satisfação demonstrado pelos pais” assim como aos investimentos que o Colégio fez em infraestruturas e recursos humanos, a instituição de ensino entendeu que era necessário clarificar o regulamento interno nesse sentido. Ainda assim, o diretor explica que estas novas cláusulas não impedem novas avaliações.

A Deco Proteste tem recebido vários pedidos de esclarecimento sobre a legitimidade desta regra. O presidente da Associação de Estabelecimentos de Ensino Particular e Cooperativo, Rodrigo Queiroz e Melo, diz que o mais importante é avisar os pais e que a informação seja clara.

Maia assinala descida nas emissões de Gases com Efeito de Estufa

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.