Foram discutidas possíveis ações de cooperação entre Africa do Sul e o Município da Maia e alinhada a realização, na Maia, de um fórum sobre as oportunidades de negócio na África do Sul.

A embaixadora de África do Sul, Mmamokwena Gaoretelelwe, visitou o município da Maia na passada segunda-feira, 17 de maio, onde foi recebida por Paulo Ramalho, vereador das Relações Internacionais.  A responsável veio acompanhada pelo conselheiro político Carl Le Roux e pelo cônsul honorário António Schneider.

Cozinca

Durante a sessão, os responsáveis abordaram temáticas da atualidade política e económica de ambos os países, em particular a evolução da crise pandémica. Foram também discutidas possíveis ações de cooperação a realizar com o município da Maia.

A embaixadora sul-africana reafirmou a importância de Portugal, tendo em conta a sua forte presença na África austral e a expressão da comunidade portuguesa em África do Sul. Aproveitou também para salientar a importância estratégica de Portugal para os países lusófonos, e enquanto porta de entrada na União Europeia, que assume agora, mais do que nunca, um papel preponderante face à saída do Reino Unido.

No sentido de promover e estreitar as relações económicas entre o território sul-africano e o tecido empresarial da região norte, foram feitos ajustes para a realização na Maia de um fórum sobre as oportunidades de negócio na África do Sul.

No seguimento da conversa, a Embaixadora lembrou que o seu país é também uma boa porta de entrada para o grande mercado da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), um mercado com cerca de 300 milhões de consumidores.

Recorde-se que, no passado dia 13 de maio, o Presidente do Governo da Região Autónoma do Príncipe, Filipe Nascimento, também esteve na Maia para discutir cooperação na “limpeza urbana e gestão de resíduos” com Silva Tiago. 

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.