fbpx

Notícias Maia

Está aí a 4ª Caminhada Solidária da Refood

© DR
Partilhas

O valor total angariado é revertido a favor da Refood Maia Centro.

Caminhar por uma causa. É este o convite que a Refood Maia Centro faz a todos os que, no domingo de 13 de outubro, queiram caminhar 5km para ajudar esta instituição solidária que funciona exclusivamente pelo trabalho e ajuda de voluntários.

O ponto de encontro é junto à Câmara Municipal da Maia pelas 10.00h e o percurso será pelo Ecocaminho. A informação relativa à inscrição na caminhada poderá ser consultada nas redes sociais da Refood Maia Centro. O valor angariado reverte totalmente a favor deste núcleo da Refood. Esta é a 4ª edição da caminhada e a organização conta com o apoio da Câmara Municipal da Maia.

Elisabete Maciel, coordenadora do núcleo da Maia Centro, explicou, ao Notícias Maia, que o objetivo desta caminhada é angariar fundos para as despesas fixas, como é o caso “da eletricidade, da água e do condomínio onde está a sede”. Além disso, Elisabete explicou que a caminhada também pretende “divulgar o projeto para que as pessoas o fiquem a conhecer” e, como espera a coordenadora, “conseguir captar a ajuda de mais voluntários”. Os cerca de 130 voluntários garantem a totalidade das operações na Refood. A caminhada pretede ainda ser um agente de convívio entre a própria equipa.

A 1ª caminhada solidária Refood foi em 2016 e, desde então, tem-se realizado todos os anos. “Tem sido um dos nosso eventos que mais nos aproxima das pessoas” – referiu Elisabete. A coordenadora apelou à participação das pessoas pois considera que a Refood “precisa de estar inserida na comunidade”.

Sobre a Refood

A refood surgiu para tentar combater o desperdício alimentar. Aproveitar os alimentos que iriam para o lixo e direcioná-los para famílias que precisem de ajuda é a missão a seguir. Neste sentido, o intuito é utilizar “ferramentas locais capazes de reparar danos globais e potencializar os cidadãos para mudar o mundo e melhorar as suas próprias comunidades”.

A Refood Maia Centro foi criada em 2016 e, atualmente, conta com 130 voluntários que ajudam cerca de 25 famílias sinalizadas na Maia, um total aproximado de 70 pessoas.

Também a Refood, como agente de combate ao desperdício, escoa os seus excedentes para parceiros que precisem de ajuda, como é o caso da Santa Casa da Misericórdia, da Casa do Caminho, da Causa da Criança, entre outros.

COMENTE

Publicidade

Publicidade

media & meios

Newsletter

Mais Populares

Top