A conclusão é de um estudo internacional feito por investigadores do Imperial College de Londres e publicado agora pela revista Nature.

Ficar em casa pode ter evitado a morte de mais de três milhões de europeus. É esta a conclusão de um estudo agora publicado pela revista Nature feito por investigadores da área da matemática e da epidemiologia do Imperial College de Londres.

Cozinca

O estudo internacional olhou para o que estava previsto acontecer em 11 países europeus se nada tivesse sido feito e reforçou a ideia de que o confinamento iniciado em março foi fundamental para travar o crescimento do novo coronavírus.

Os cálculos foram feitos comparando o número registado de mortos (até 4 de maio) com as previsões de 11 países. Portugal não está incluído neste estudo que teve em conta o comportamento da pandemia na Áustria, Bélgica, Dinamarca, França, Alemanha, Itália, Noruega, Espanha, Suécia, Suíça e o Reino Unido.

Fica claro para nós que as intervenções não farmacêuticas, salvaram cerca de 3,1 milhões de vidas nesses países” – concluiu Seth Flaxman, investigador no Departamento de Matemática do Imperial College e um dos autores do estudo.

Covid-19: segundo dia sem novos casos na Maia

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.