Hoje celebra-se o Dia Internacional da Terra com o tema “Protejamos as nossas espécies”, mas há más notícias, nomeadamente o desaparecimento de uns alarmantes 40% de animais em menos de 50 anos.

Os dados são da associação ambientalista Zero, que publica a propósito do dia a celebrar, que o nosso planeta tem vindo a sofrer alterações alarmantes desde 1970, ano em que o Dia Internacional da Terra começou a ser assinalado. A este propósito, sublinha a organização, que 40% dos animais desapareceram.

Esta é a “a maior taxa de extinção desde que perdemos os dinossauros há mais de 60 milhões de anos”, refere a Zero, apontando como principais causas as “alterações climáticas, desmatamento, perda de habitat, tráfico e caça furtiva, agricultura insustentável, poluição e uso de pesticidas”.

A Zero aponta ainda que 40% dos animais marinhos também desapareceram e que os humanos tenham impactado 83% da superfície terrestre.

Quanto a Portugal, país sobre o qual a organização sublinha ter “conhecimento insuficiente dos seus valores naturais”, a Zero recomenda a criação de políticas públicas com objetivos claros no sentido da conservação das espécies.

“Se não agirmos agora, a extinção pode ser o legado mais duradouro da humanidade”, sublinha a associação.

O Dia Internacional da Terra foi criado nos EUA a 22 de abril de 1970.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.