Isabel dos Santos está a ser alvo de inquérito por suspeita de branqueamento de capitais e de fraude fiscal na compra da Efacec.

Segundo informação avançada pelo Correio da Manhã, o Ministério Público terá aberto um inquérito a Isabel dos Santos por suspeita de branqueamento de capitais e fraude fiscal na compra da Efacec, em 2015. Segundo o mesmo jornal, na origem deste inquérito estarão suspeitas sobre a origem do dinheiro usado na compra desta empresa. Na equação estão os 65 milhões de euros provenientes de Angola e a origem dos fundos usados no pagamento aos bancos portugueses do reembolso dos créditos concedidos para a compra da empresa no valor de 160 milhões de euros.

DS Crédito

Recorde-se que o Consórcio Internacional de Jornalismo de Investigação revelou em 19 de Janeiro mais de 715 mil ficheiros que apresentam alegados esquemas financeiros de Isabel dos Santos e do marido. Este caso, apelidado Luanda Leaks terá permitido, ao casal, retirar dinheiro público angolano através de paraísos fiscais.

A empresária angolana está a ser investigada e, ainda em janeiro de 2020, anunciou a sua saída da Efacec. A filha do ex-presidente de Angola tem as contas bancárias e participações sociais em Angola bloqueadas assim como as participações relativas a várias empresas em Portugal.

BE denuncia 64 casos de abusos laborais no Grande Porto. Onze na Maia.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.