Notícias Maia

Janeiro foi o melhor mês de sempre em Recolha Seletiva

Partilhas

No primeiro mês do ano de 2018, as “Retomas com origem em recolha seletiva” da Maiambiente, ultrapassaram os 75 kg por habitante. Um valor consideravelmente acima do previsto na meta do Plano estratégico de Resíduos Sólidos Urbanos – PERSU (68 kg).

Em nota enviada à imprensa, a empresa Maiambiente refere que “é com satisfação que a MAIAMBIENTE vê os cidadãos da Maia cada vez mais envolvidos no processo de separação.” Este sucesso deve-se, em grande parte, ao esforço e contributo dos cidadãos maiatos. Em resultado desse esforço, foram recolhidas seletivamente cerca de 900 toneladas de resíduos, através dos vários sistemas de recolha: ecocentros, ecopontos e porta a porta. A MAIAMBIENTE procura constantemente encontrar soluções cada vez mais à medida das necessidades dos cidadãos para garantir a eficácia da separação por eles levada a cabo.

Para a empresa o bem estar da população é uma prioridade

Foram e continuam a ser distribuídos contentores de uso particular (individual ou coletivo) aos utentes da Maia, para deposição separada e posterior recolha porta a porta das frações seletivas e da fração indiferenciada. Este projeto, segundo a empresa, pioneiro e inovador (cofinanciado por fundos comunitários) tem como objetivo tornar mais cómoda e fácil a separação de resíduos, aumentar os quantitativos de resíduos enviados para valorização multimaterial, uniformizar o sistema de recolha em todo o concelho, melhorar a higiene e limpeza dos arruamentos e dar continuidade à estratégia de recolha seletiva.

COMENTE

Publicidade

media & meios

Newsletter

Top
Fórum da Maia - 30 de novembro - 21.30h

Salvador Martinha

Salvador Martinha vai finalmente apresentar o seu novo espetáculo de Stand-Up, Cabeça Ausente, no Fórum da Maia. Compre já o seu bilhete.
close-link