Partilhas

O Parlamento dos Jovens trouxe a deputada do PAN, Bebiana Cunha, à Escola Básica do Levante da Maia para um momento de debate com jovens maiatos do 2º e 3º ciclos sobre o tema “Violência doméstica e no namoro”.

O Programa Parlamento dos Jovens é uma iniciativa da Assembleia da República dirigida aos jovens dos 2º e 3º ciclos do ensino básico e do ensino secundário. No passado dia 27 de janeiro, foi a vez da escola maiata receber a deputada Bebiana Cunha, do PAN (Pessoas, Animais e Natureza), para um debate cujo tema foi “violência doméstica e no namoro: da sensibilização à ação!”.

Nonna Vespa

Em resposta (via correio eletrónico) ao Notícias Maia, Bebiana Cunha afirmou que “os estudantes demonstraram grande interesse e consciência em relação a este flagelo social, indo ao encontro das preocupações que o PAN tem demonstrado nesta matéria”.

Quando questionada sobre a importância deste programa Parlamento dos Jovens para a educação dos jovens, a deputada explicou que “é fundamental, pois permite a aproximação das crianças e jovens à vida política, à Assembleia da República e, em simultâneo, trabalhar as competências fundamentais para a sua participação cívica”.

Sobre o Parlamento dos Jovens

Entre os objetivos do programa está o educar para a cidadania; dar a conhecer a Assembleia da República; promover o debate democrático, o respeito pela diversidade de opiniões e pelas regras de formação das decisões; incentivar a reflexão e o debate temático; e estimular as capacidades de expressão e argumentação na defesa das ideias, com respeito pelos valores da tolerância e da formação da vontade da maioria.

Este programa Parlamento dos Jovens é organizado pela Assembleia da República (AR) em colaboração com outras entidades. As escolas têm que se candidatar e um deputado que aceite irá à escola. Culmina com a realização de duas sessões nacionais na AR, preparadas ao longo do ano letivo, com participação de deputados da Comissão de Educação, Ciência e Cultura, órgão parlamentar responsável pela orientação do programa. Nestas sessões nacionais, as escolas são convidadas a participar.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.