Notícias Maia

JSD Maia elege um elemento para Conselho Nacional

Partilhas

Tiago Reis foi o único eleito no Congresso que elegeu, pela primeira vez, uma mulher como líder da Juventude Social Democrata e em que a concelhia maiata se fez representar com oito delegados, unidos no apoio à lista de Margarida Balseiro Lopes, mas divididos entre si.

A eleição para os delegados que representariam a JSD Maia no XXV Congresso Nacional, decorrida no passado dia 17 de março, terminou com os militantes a escolherem 4 delegados da lista M e 4 delegados da lista X.

O resultado desta divisão de votos fez-se sentir também no Congresso, já que os delegados jotas marcaram entre si as devidas distâncias, sentados separadamente, por forma a representar assim, as duas delegações maiatas. A estes 8 elementos das duas comitivas maiatas, juntaram-se ainda 8 observadores.

A JSD da Maia levou ao XXV Congresso que decorreu no passado fim de semana, na Póvoa de Varzim, uma proposta política sectorial intitulada: “Água: sustentabilidade e desenvolvimento económico”, que viu ser aprovada pela maioria dos delegados.

Coube ao Secretário-Geral da concelhia da Maia da JSD, Bruno Bessa, apresentar e defender em congresso esta proposta política sectorial que, mais tarde, seria aprovada por maioria dos delegados. Em nota enviada à imprensa, a JSD sublinha que Bruno Bessa referiu o “bom exemplo da Câmara Municipal da Maia que, recentemente, anunciou o investimento de 3.5 milhões de euros para reduzir as perdas de água na rede pública de abastecimento”.

Para a Maia, houve apenas um lugar no Conselho Nacional e na lista de André Neves

Os jovens social democratas saíram da Póvoa de Varzim sem lugares na Comissão Política de Margarida Balseiro Lopes, mas estiveram representados nas duas listas ao Conselho Nacional. Bruno Bessa, da lista X e Pedro Miguel Carvalho da lista M, foram a 35ª e 42ª indicação na lista de Margarida Balseiro Lopes, respetivamente, e acabaram não eleitos. Por outro lado, Tiago Reis da lista M, que curiosamente integrou a lista de André Neves (18º lugar), foi o único eleito da comitiva das terras do lidador como Conselheiro Nacional. Na mesma lista proposta pelos apoiantes de André Neves, foi Rui Azevedo, que liderou a lista M na Maia, mas que não logrou a eleição.

No domingo, último dia de Congresso, todos os delegados foram chamados às urnas para elegerem os novos órgãos sociais da Juventude Social Democrata. Margarida Balseiro Lopes foi eleita a nova presidente da Comissão Política Nacional, com uma diferença de 60 votos para André Neves, num universo de 586.

O Congresso Marcou também a despedida de Cristóvão Simão Ribeiro à frente dos destinos da Juventude Social Democrata. Estiveram ainda presentes na sessão de encerramento o presidente do PSD, Rui Rio, e anteriores líderes dos jovens social democratas.

Uma parte da delegação maiata da JSD

COMENTE

Publicidade

Publicidade

media & meios

Newsletter

Top