Notícias Maia

Ligação de comboio à Trofa terminou há 17 anos

CBaviera_Maia
Partilhas

A ligação de caminho-de-ferro entre a Trofa e a Maia foi encerrada a 24 de Fevereiro de 2002. Obra era para “construir já”.

O canal da antiga via estreita da linha de Guimarães passou, então, definitivamente para a posse da Metro do Porto, para ali passar a linha C. O projeto de reconversão do traçado até fazia parte da primeira fase da rede, mas apenas uma parte dele, os poucos mais de dez quilómetros entre Senhora da Hora e ISMAI, ficou concluído.

Quase duas décadas depois, nem comboio nem metro de superfície. A solução para a mobilidade no Noroeste do Grande Porto é um autocarro, que liga a Trofa à linha que termina no Castêlo da Maia.

O prolongamento do traçado de ligação à Trofa, desde o Instituto Superior da Maia passando pela freguesia do Muro, estaria orçada em 136 milhões de euros.

Falso concurso

Em setembro de 2009, em vésperas de eleições, a então secretária de Estado dos Transportes do governo de José Sócrates, Ana Paula Vitorino, atual ministra do Mar e esposa do também ele atual ministro Eduardo Cabrita, foi à Trofa assinalar a abertura do concurso público para a construção da linha do metro até à cidade, num evento foi promovido a pedido da Secretaria de Estado dos Transportes.

A então candidata à Assembleia da República pela lista do PS deixou a garantia de que, sem mais adiamentos, o primeiro passo para a execução da linha, aconteceria por aqueles dias com o lançamento do concurso público. No seu discurso, ficou claro de que estava na cidade para assinalar esse momento e de que a ligação era para “construir já”.

COMENTE

Publicidade

Publicidade

media & meios

Newsletter

Mais Populares

Top