O projeto “Há rio e mar, há lixo para transformar” decorre até março de 2022 e consiste maioritariamente no desenvolvimento de ações de sensibilização e iniciativas de literacia para a temática.

A LIPOR e o Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ) juntaram-se para apresentar e, agora, levar a cabo, o projeto “Há rio e mar, há lixo para transformar”. 

Cozinca

“Este projeto pretende desenvolver um conjunto de iniciativas e ferramentas que promovam intensa e continuadamente a Literacia do Oceano e a Proteção e Preservação do Mar integradas nos sistemas educativos, na informação aos cidadãos, na capacitação de técnicos ao nível administrativo e empresarial, com vista à adoção de melhores práticas de gestão ambiental nesta matéria” – A apresentação pública da iniciativa aconteceu no dia 19 de junho, num evento de apresentação dos projetos de Prevenção e Sensibilização para a redução do lixo marinho, no Terminal de Cruzeiros do Porto de Leixões.

A LIPOR e o IPDJ apresentaram esta candidatura ao abrigo do Programa Ambiente, Alterações Climáticas e Economia de Baixo Carbono ‘Programa Ambiente’, do Mecanismo Financeiro do Espaço Económico Europeu 2014-2021 – Small Grants Scheme #1 – Projetos para a prevenção e sensibilização para a redução do lixo marinho e foram um dos 6 vencedores, entre as 24 candidaturas apresentadas.

O projeto, que agora se inicia, decorre até março de 2022, e consiste principalmente no desenvolvimento de ações de sensibilização para mudar atitudes e comportamentos, bem como iniciativas de literacia, capacitando os diversos atores do processo para a adoção diária das melhores práticas de gestão ambiental.

“O fortalecimento da educação e a consciencialização das populações são os fatores determinantes para o sucesso na prossecução de um Novo Rumo”, lê-se em comunicado enviado à redações.

Maia vai plantar uma árvore por cada nascimento no concelho

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.