Notícias Maia

Maia a caminho da emissão carbono zero, vai replicar projetos de Espoo e Leipzig

© DR
Partilhas

Candidatura aprovada no âmbito do programa europeu Horizonte 2020 está focada na melhoria da eficiência energética. A Maia integra um grupo de cidades replicadoras do modelo aplicado em Espoo e Leipzig, que pretende reduzir as emissões de carbono, onde se incluem ainda Lviv (Ucrânia), Reykjavik (Islândia), Kifissia (Grécia) e Kladno (Rep. Checa).

A acção “Sustainable energy Positive & zero cARbon CommunitieS” é um compromisso a longo prazo que envolve mais de 30 parceiros que trabalham para o objetivo comum de criar uma rede energética sustentável e de carbono zero. Os preparativos começaram em 2017, incluindo reuniões presenciais, workshops e recolha de dados.

A Maia é um dos municípios mais industrializados de Portugal e um importante centro de transportes. Em 2014, foi criado o Plano de Ação para Energia Sustentável (PAES) , que Consiste num conjunto de medidas técnicas, planeadas para serem aplicadas entre 2015 e 2025. O objetivo primordial é uma comunidade de Carbono Zero, com melhor mobilidade e qualidade de vida.

Para isso, a Maia privilegia distritos energéticos eficientes em espaços urbanos densificados, privilegiando modos de transporte suaves e um sistema de transporte público intermodal e eficiente.

Os objetivos da Política Energética da Cidade concentram-se na diversificação das fontes de energia primária e no aumento da eficiência energética da economia, associada à redução do consumo e dos gastos públicos.

O objetivo do município é tornar-se num exemplo para outros atores no que diz respeito à eficiência energética, criando rankings entre entidades públicas, gerenciando e disseminando as melhores práticas, desenvolvendo um modelo evolucionário de melhorias específicas para cada ano.

 

COMENTE
MaiaSymphonic

Publicidade

Publicidade

media & meios

Newsletter

Mais Populares

Top