Já é conhecida a Rede de Instituições Particulares de Solidariedade Social que poderá assegurar os serviços de creche para os filhos de profissionais das atividades consideradas essenciais.

Emília Santos, vice-presidente da Câmara Municipal da Maia, fez saber que já é conhecida a Rede de Instituições Particulares de Solidariedade Social que poderá assegurar os serviços de creche para os filhos de profissionais das atividades consideradas essenciais. São elas:

Cozinca

1. ASMAN – Associação de Solidariedade Social da Mouta – Azenha Nova: Creche, Gueifães – Cidade da Maia;
2. ASMAN – Associação de Solidariedade Social da Mouta – Azenha Nova: Pré-escolar, Gueifães – Cidade da Maia;
3. O Amanhã da Criança, Águas Santas.

A também Vereadora da Saúde e da Educação anunciou ainda que, para efetuar o pedido, os pais deverão “identificar o nome da criança, NISS, filiação, morada e contacto telefónico para a caixa institucional, ISS-Porto-UDS-NRS, por forma a permitir a operacionalização da resposta”.

Ler também: Maia. Anunciadas escolas de acolhimento para filhos de trabalhadores de serviços essenciais

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.