Maia e Porto lideraram em fatalidades na estrada - Notícias Maia

Notícias Maia

Maia e Porto lideraram em fatalidades na estrada

Partilhas

Porto e Gaia são os Concelhos com mais sinistros mas Maia e Porto tiveram o maior número de vítimas mortais na estrada. Estrada Nacional 14 é foco de acidentes. Este mês foram iniciadas obras, mas em Famalicão.

O número de sinistros no Distrito do Porto tem vindo a aumentar, acompanhando a tendência nacional, verificando-se a maior prevalência de acidentes fatais dentro das localidades. Em 2017, os acidentes ocorreram sobretudo durante o último trimestre do ano e predominantemente à sexta-feira, segundo o Jornal de Notícias.

Em 2017, foi no Distrito do Porto onde se registou o maior número de vítimas mortais na sequência de acidentes de viação, com 55 fatalidades dentro de localidades e 13 fora. Segundo a tendência nacional, estes números demonstram que no Distrito do Porto aumentou o número de acidentes com vítimas.

O Concelho do Porto é o que mais sinistros regista (1050), seguido de Vila Nova de Gaia (856), no entanto quando o acidente envolve vítimas, o Concelho da Maia empata com o do Porto (8 cada). Segundo o relatório distrital da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária, a maioria dos acidentes ocorreram de dia (73,5%), e a esmagadora maioria dos acidentes que envolveram vítimas ocorreu com bom tempo (84,8%).

Na Maia, o número de acidentes foi inferior ao número de ocorrências nos Concelhos do Porto, Gaia e Matosinhos, com 352 sinistros, face a 1050 (Porto), 856 (Gaia), 552 (Matosinhos). No entanto a contagem de vítimas mortais foi, a par do Porto, a maior da Área Metropolitana.

Estrada Nacional 14 no centro da sinistralidade 

Se nos Concelhos do Porto e Matosinhos, a Estrada da Circunvalação é uma das artérias com maior prevalência de sinistros, na Maia a Estrada Nacional 14 apresenta igualmente vários perigos, que se estendem à Trofa.

A via apresenta várias zonas onde são habitualmente realizadas ultrapassagens perigosas, já que a via apresenta quase sempre apenas uma faixa de rodagem, apresentando igualmente um trânsito muito elevado, quer de automóveis de ligeiros como de pesados de mercadorias. Chegam a ser necessários mais de 45 minutos para fazer os cerca de 10 quilómetros entre a Maia e a Trofa.

Obras na EN 14 avançaram, mas em Famalicão

As obras na EN 14 arrancaram este mês de maio, mas em Vila Nova de Famalicão. Recorde-se que o governo anunciou ainda em 2017 que iria desbloquear a construção da variante à EN 14 na Maia.

Em maio de 2017, durante a inauguração do Complexo Desportivo ISMAI, António Costa anunciou a construção da variante alternativa à Estrada Nacional 14. Esta nova estrada é reivindicada pelos maiatos há mais de duas décadas. A variante à EN14, neste primeiro troço, servirá o concelho da Maia até à Via Diagonal e ao Nó da Carriça, tendo sido anunciada como “uma decisão que está tomada e é uma decisão que irá ser implementada”, segundo palavras que o atual primeiro-ministro proferiu então.

 

COMENTE

Newsletter

E-mail
Top