Notícias Maia

Maia Solidária: Conheça a Refood Maia Centro!

©DR
Partilhas

Combater o desperdício alimentar, alimentar quem precisa e incluir a comunidade em que se insere. São estes os três pontos essenciais da Refood. Uma iniciativa que consiste em recolher excedentes alimentares e distribuí-los por quem mais precisa.

A Refood Maia Centro nasce oficialmente em 2016. ngelo Soares, atual vice coordenador do núcleo, foi um dos pioneiros. Desejava começar a fazer voluntariado e impulsionou a implementação deste projeto que funciona em pequenos núcleos para que seja possível cumprir o propósito de estar perto de quem ajuda.

Ao começar, o grupo de voluntários contou com o apoio da Câmara Municipal da Maia que lhe cedeu um espaço para o centro de distribuição. É lá que a comida é guardada e dividida para que os beneficiários a possam vir buscar. A Refood na Maia começou por ajudar 6 famílias, atualmente distribui alimentos por 25.

Para conseguir operar, conta com 35 parceiros de recolha. Isto é, restaurantes, confeitarias, mercearias e ainda com dois hipermercados sediados na Maia, o Pingo Doce e o Continente. Voluntários são 120 mas por aqui já se formaram mais de 300.

ngelo Soares explica que o núcleo tem sempre necessidade de acolher novas pessoas para ajudar esta causa e que, se os voluntários duplicassem, seria até possível abrir um novo núcleo na Maia.

A qualidade dos alimentos recolhidos diariamente varia visto que se tratam de excedentes. A Refood tem a preocupação de, em dias de recolhas menos significativas, poder ajudar com enlatados. Mas, quando a própria Refood tem excedente, reparte por 12 outras instituições, ou “Refoods” vizinhas ou instituições sociais do concelho.

Sobre a Refood

O primeiro núcleo da Refood nasceu em Lisboa, em 2011, por iniciativa de um americano que, de bicicleta, recolhia os excedentes de comida de vários locais e depois distribuía a quem mais precisava.

Ao todo, no país, a Refood conta agora com 60 núcleos, 7 mil voluntários, 6 500 beneficiários, 2 500 parceiros, 150 mil refeições por mês e 75 toneladas de alimentos recolhidos mensalmente.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.

Publicidade

Publicidade

media & meios

Newsletter

Top