fbpx

Notícias Maia

Maia vai acolher o primeio centro de Saúde Humana e Animal

© DR
Partilhas

O Centro para a Saúde Humana e Animal juntará esforços para a investigação científica humana e animal.

Será o primeiro centro com estas características. A iniciativa partiu do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto (ICBAS) que pretendeu integrar as valências que dispõe atualmente no próprio ICBAS com o que tem sido feito na esfera europeia. Este conceito de “saúde global” inclui a investigação humana e animal mas, segundo declarações do diretor do ICBAS dadas à Agência Lusa, inclui também investigação da “vida dos oceanos e da bio-sustentabilidade”.

Henrique Cyirne Carvalho explicou ainda que este conceito de “saúde global” é “transversal àquilo que é a saúde do ecossistema” e que, espera que este centro possa beneficiar a população em geral e também a biodiversidade.

Este centro vai incluir um espaço dedicado à cirurgia experimental de forma “a ir de encontro à metodologia usada mundialmente para promover a aprendizagem de médicos e veterinários“. Será o primeiro com esta vocação de saúde global e terá ainda valência para cirurgia de cavalos.

A apresentação pública do projeto decorre esta terça-feira, pelas 15:00h, na Câmara Municipal da Maia. O centro será construído num terreno de quatro hectares na freguesia de Moreira cedido pelo município. Para Silva Tiago, presidente da Câmara Municipal da Maia, este projeto “tem todas as potencialidades necessárias para se tornar num centro de referência mundial no domínio da produção de conhecimento para a saúde humana e animal”. O presidente sublinhou as qualidades do concelho da Maia e explicou que esta parceria com o ICBAS faz com que “este projeto esteja destinado ao sucesso”.

Henrique Cyirne Carvalho não referiu o valor do investimento admitiu que possa rondar os 10 milhões de euros. A assinatura do protocolo entre o ICBAS e a Câmara Municipal da Maia aconteceu em dezembro de 2017 dando a responsabilidade da cedência de terreno à CMM. A construção do edifício fica a cargo do ICBAS e deverá estar pronto até ao fim de 2020.

COMENTE

Publicidade

Publicidade

media & meios

Newsletter

Mais Populares

Top