Descongelamento salarial em 2019 e aumento de custos ajudam a explicar resultado negativo de 1 milhão de euros.

O Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses 2019, publicado em novembro de 2020 pela Ordem dos Contabilistas Certificados, revelou que a Maiambiente teve a segunda posição entre as empresas com mais fraco resultado económico, no ano em análise.

Cozinca

Na análise dos Resultados económicos das Entidades Empresariais Locais, com o mais fraco resultado económico em 2019, surge em primeiro lugar a VRSA, Soc Gestão Urbana, com resultado negativo de €3.687.803,00. Em segundo lugar surge a Maiambiente, com um resultado negativo de €999.765,00.

Em 10º lugar nesta lista surge ainda a TECMAIA, com um resultado negativo de €137.014,00. De acordo com este Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses, a empresa apresenta resultados económicos negativos em 8 dos 9 anos em análise, totalizando já mais de 5 milhões de euros.

Com a Maiambiente e a TECMAIA, o município da Maia é o único a conseguir inscrever duas Entidades Empresariais Locais na lista das dez com mais fraco Resultado Económico em 2019.

Contactada pelo NOTÍCIAS MAIA, a Câmara Municipal da Maia explicou que “em 2019, deu-se o descongelamento salarial para todos os trabalhadores, tendo a Maiambiente cumprido escrupulosa e totalmente o legislado, o acréscimo da quantidade de resíduos recolhidos, resultou num aumento de gastos na recolha e aumento de gastos de tratamento, anteriormente a cargo da Câmara Municipal e em resultado da decisão da Administração Fiscal em alterar o enquadramento em sede de IVA do subsídio à Exploração, a Maiambiente, após litígio, foi obrigada a assumir um encargo extra”.

A autarquia sublinha que “contudo, a empresa não tem dívidas bancárias, tem uma situação líquida superior a 2,8 milhões de euros e um indicador de Autonomia Financeira de 59,34%, bem acima da média do sector que é de 41,3%”.

Sobre a TecMaia, a Câmara Municipal da Maia afirmou que”como é sabido a empresa está em dissolução e os números refletem a alegada dívida que a Autoridade Tributária reivindica e que tem vindo a ser anulada por decisão dos tribunais”.

Três Entidades Empresariais Locais com resultados positivos

O Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses 2019, publicado pela Ordem dos Contabilistas Certificados, revela ainda que os SMEAS – Electridade, Agua e Saneamento da Maia; a EMEM – E. Metropolitana Estacionamento; e a Espaço Municipal tiveram resultados líquidos positivos. Respetivamente €1.295.986,00; €66.780,00; e €2.944,00.

Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses

O Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses apresenta uma análise económica e financeira, das contas dos 308 municípios, relativas ao exercício económico de 2019, incluindo ainda uma análise detalhada do setor empresarial local.

O Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses 2019 resulta de um trabalho que envolve dois centros de investigação, onde estão integrados os autores: o Centro de Investigação em Contabilidade e Fiscalidade (CICF) do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) e o Centro de Investigação em Ciência Política (CICP) da Universidade do Minho.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.