Notícias Maia

Maiatos chumbam trabalho da Câmara Municipal da Maia

Partilhas

O Notícias Maia perguntou aos maiatos como avaliam o trabalho do novo executivo municipal, durante os primeiros 6 meses de mandato. 42,6% consideram-no mau ou muito mau.

O novo executivo municipal tomou posse a 26 de outubro de 2017. O líder da coligação “Maia em Primeiro” venceu as eleições, com maioria absoluta, sucedendo assim a Bragança Fernandes.

António Silva Tiago prometeu dedicar-se para “ser um líder inspirador e motivador, que valoriza o trabalho, o empenho e a competência”.

Primeiros seis meses de “Maia em Primeiro” chegaram ao fim a 26 de abril.

Durante a semana que hoje termina, os maiatos puderam avaliar o desempenho da Câmara Municipal, atribuindo uma de cinco diferentes classificações. Mais de 350 leitores acederam a este desafio, através de voto absolutamente secreto e empregando um sistema de votação administrado por uma plataforma externa.

Escrutinando o inquérito, 42,6% dos participantes entregaram uma negativa ao município, sendo que 27,0% consideram o trabalho “mau” e 15,6% consideram-no “muito mau”.

Por outro lado, 23,4% dos nossos leitores qualificaram o desempenho como “muito bom” e 16,4% como “bom”, contribuindo para um total de 39,8% que aprova o trabalho do município.

A meio caminho, 17,6% não se inclinaram nem para o bom nem para o mau, classificando o trabalho como “razoável”.

O resultado deste inquérito, ao fim de seis meses de governação, ainda não estabelece uma tendência. Por agora são apenas 2,8% que separam o “bom” e o “mau” desempenho.

 

Classificação Percentagem Votos
Muito Bom 23.4 84
Bom 16.4 59
Razoável 17.6 63
Mau 27.0 97
Muito Mau 15.6 56
Este inquérito foi realizado online e os resultados foram geridos por uma plataforma externa e independente do Notícias Maia. Este exercício não visa a representatividade, constituindo assim uma mera recolha de informação cujos resultados não são extrapoláveis para um universo diferente do dos inquiridos, logo não permite generalizações de resultados, representando apenas a opinião das pessoas questionadas.

COMENTE

Partilhas

Newsletter

E-mail
Top