Notícias Maia

Mais de oito mil armas vão ser destruídas hoje na Maia

CBaviera_Maia
© DR
Partilhas

No Dia Internacional de Destruição de Armas, a PSP vai assinalar a data eliminando 8.200 armas declaradas perdidas pelo Estado.

São mais de oito mil armas declaradas perdidas pelo Estado que vão ser destruídas hoje na Maia. Estas juntam-se às mais 160 mil eliminadas nos últimos cinco anos.

A PSP, em comunicado, sublinhou que esta destruição de 8.200 armas ocorre precisamente no dia em que se assinala o Dia Internacional de Destruição de Armas.

“Neste dia, agências das Nações Unidas, Organizações Não Governamentais e governos à escala global, levam a cabo ações semelhantes de destruição de armas, na ideia de que “Cada arma destruída não pode mais ser usada para matar, ferir ou intimidar” com o objetivo de alertar a sociedade civil para a problemática da necessidade do controlo de armas pelas autoridades”, refere a PSP.

São armas declaradas como perdidas a favor do Estado no âmbito de processos-crime, processos de contraordenação ou administrativos, depois de terem sido apreendidas pelas autoridades e armas de caça entregues voluntariamente. A grande maioria são armas que chegam ao seu fim de vida útil, ou porque os proprietários já não as querem.

Depois de “confirmada a sua inutilidade para a atividade operacional, formativa, cultural, museológica ou outra das forças de segurança”, as armas partem para a sua destruição.

COMENTE

Publicidade

Publicidade

media & meios

Newsletter

Mais Populares

Top