No Dia Internacional de Destruição de Armas, a PSP vai assinalar a data eliminando 8.200 armas declaradas perdidas pelo Estado.

São mais de oito mil armas declaradas perdidas pelo Estado que vão ser destruídas hoje na Maia. Estas juntam-se às mais 160 mil eliminadas nos últimos cinco anos.

A PSP, em comunicado, sublinhou que esta destruição de 8.200 armas ocorre precisamente no dia em que se assinala o Dia Internacional de Destruição de Armas.

“Neste dia, agências das Nações Unidas, Organizações Não Governamentais e governos à escala global, levam a cabo ações semelhantes de destruição de armas, na ideia de que “Cada arma destruída não pode mais ser usada para matar, ferir ou intimidar” com o objetivo de alertar a sociedade civil para a problemática da necessidade do controlo de armas pelas autoridades”, refere a PSP.

São armas declaradas como perdidas a favor do Estado no âmbito de processos-crime, processos de contraordenação ou administrativos, depois de terem sido apreendidas pelas autoridades e armas de caça entregues voluntariamente. A grande maioria são armas que chegam ao seu fim de vida útil, ou porque os proprietários já não as querem.

Depois de “confirmada a sua inutilidade para a atividade operacional, formativa, cultural, museológica ou outra das forças de segurança”, as armas partem para a sua destruição.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.