Notícias Maia

Marcelo condecorou Associação Humanitária da Cruz de Malta

Partilhas

Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República Portuguesa, esteve hoje dia 11 de setembro, ao fim da manhã, na antiga Escola do Padrão de Moreira, no concelho da Maia, no centenário da Associação Humanitária da Cruz de Malta, tendo condecorado a instituição com o título de Membro Honorário da Ordem de Mérito.

Pelo fim da manhã, pouco depois das 11 horas, fazia sombra na entrada da antiga Escola do Padrão de Moreira e eram muitos os curiosos que se aproximavam do edifício. O Presidente, Marcelo, estaria a chegar para celebrar os 100 anos da Associação Humanitária da Cruz de Malta.

António Silva Tiago, Presidente da Câmara Municipal da Maia e António Bragança Fernandes, Presidente da Assembleia Municipal da Maia, faziam as honras, juntamente com dezenas de populares e representantes de várias instituições. Marcelo engolido pelos presentes, distribuiu sorrisos, abraços, cumprimentos, beijos e as famosas selfies.

Associação Humanitária da Cruz de Malta condecorada com o título de Membro Honorário da Ordem de Mérito

Na sessão solene foram decorados vários socorristas e dirigentes, de varias idades, onde foi incluido o nome de Bragança Fernandes. A Associação foi condecorada com o título de Membro Honorário da Ordem de Mérito.

É uma tradição antiga que as localidades ou as instituições sejam agraciadas com as Ordens Honoríficas Portuguesas.

Em 1837, a Rainha D. Maria II, reconhecendo o acolhimento que teve na cidade de Angra do Heroísmo durante a Guerra Civil, concedeu à cidade a Grã-Cruz da Ordem da Torre e Espada. Em 1920, o Presidente António José de Almeida concedeu à cidade de Lisboa a Grã-Cruz da reformulada Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito.

Outras cidades foram agraciadas com graus de Oficial e Cavaleiro desta mesma Ordem.
Até 1962, era feita a concessão de um determinado grau das Ordens Honoríficas. Contudo, depois dessa data, a concessão passou a ser feita sem indicação de grau, criando-se o título de Membro Honorário.

Assim, os corpos militarizados e as unidades ou estabelecimentos militares podem ser declarados Membros Honorários de qualquer das Ordens Honoríficas Portuguesas, sem indicação de grau.Da mesma forma, as localidades, assim como colectividades e instituições que sejam pessoas colectivas de direito público ou de utilidade pública há, pelo menos, vinte e cinco anos, podem também ser declaradas membros honorários de qualquer das Ordens Honoríficas Portuguesas, sem indicação de grau.

Marcelo Rebelo de Sousa acredita que orçamento de Estado será aprovado

Já à saída da cerimónia, Marcelo revelou aos jornalistas que acredita na aprovação do Orçamento de Estado, sublinhando que a não aprovação do OE implicaria uma crise política e isso não é bom para o país.: “O país não deseja uma crise política por causa do Orçamento. Isso implicaria eleições antecipadas e isso não é bom para Portugal, isso não vai acontecer e por isso acredito que o Orçamento vai ser aprovado”, explicou.

Tempo ainda para comentar o facto de Portugal se encontrar no 10º lugar dos países mais democráticos do mundo, afirmando “estamos em 10º lugar em todo mundo em termos de democracia é por um lado uma alegria e por outro uma responsabilidade”.

 

COMENTE

Publicidade

media & meios

Newsletter

Top
Fórum da Maia - 30 de novembro - 21.30h

Salvador Martinha

Salvador Martinha vai finalmente apresentar o seu novo espetáculo de Stand-Up, Cabeça Ausente, no Fórum da Maia. Compre já o seu bilhete.
close-link