Marcelo Rebelo de Sousa defendeu hoje que não é a destruir o passado que se resolvem problemas do presente.

O Presidente da República esteve nas instalações da RTP, em Lisboa, para uma das aulas em direto do projeto de ensino #EstudoEmCasa e, à saída, em resposta aos jornalistas, acabou por explicar a sua posição relativamente à luta contra o racismo.

DS Crédito

Marcelo Rebelo de Sousa fez saber a sua opinião relativa aos movimentos de luta contra o racismo que se assistem um pouco por todo o mundo e falou especificamente da destruição e vandalização de estátuas que aconteceu também em Portugal. Recorde-se que a estátua do Padre António Vieira, em Lisboa, foi pintada com a mensagem de “descoloniza”.

Marcelo foi soberano ao afirmar-se contra este tipo de demonstrações de violência. O Chefe de Estado entende que a vandalização de estátuas mostra “ignorância e imbecilidade” e que “não há razão nenhuma hoje que justifique destruir a história, que justifique estar a vandalizar o que são testemunhas da personalidade da nossa história”

O Presidente da República justificou o uso da palavra “imbecil” dizendo que “é difícil não saber que ele [Padre António Vieira] foi uma das grandes figuras do país. Para a sua época, este homem era um visionário”. “Destruir estátuas não é uma forma inteligente de combater o racismo”, concluiu. 

Marcelo apelou ao bom senso e afirmou que é preciso aceitar e “respeitar” a nossa “história como um todo” mesmo sabendo que a história tem hoje em dia um significado diferente daquele “que tinha na altura”.

Piscinas municipais da Quinta da Gruta abrem a 15 de junho

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.