Tinha 57 anos.

Morreu a atriz Maria João Abreu, nesta quarta-feira, 13 de maio. Tinha 57 anos.

Cozinca

A artista estava internada no Hospital Garcia de Orta desde 30 de abril depois de ter sofrido um aneurisma cerebral durante as gravações da novela “A Serra”. Maria João Abreu sentiu-se indisposta e desmaiou, tendo sido internada de urgência.

Já no hospital foi submetida a intervenções cirúrgicas e ficou em coma induzido. A última atualização do seu estado de saúde dava conta de que permanecia em coma induzido com prognóstico reservado.

Presidente da República já apresentou as suas condolências à família

Já são muitas as homenagens à atriz, vindas de colegas de profissão, amigos e família, e o Presidente da República também já reagiu. 

Numa nota publicada no site da Presidência da República, Marcelo Rebelo de Sousa apresenta, “comovido”, à família de Maria João Abreu, as suas “sentidas condolências”.

O Chefe de Estado lembra “o humor, a emoção e a empatia” e, destacando momentos da carreira como atriz, recorda que Maria João Abreu se tornou “uma figura que representava para muitos portugueses a familiaridade de quem está connosco porque se parece connosco”

Atriz tinha quase 40 anos de carreira

Maria João Abreu habituou-nos à sua presença nos ecrãs e contava com quase 40 anos de carreira.

Nasceu em Lisboa em 1964 e estreou-se como atriz profissional aos 19 anos, em 1983, no musical “Annie”, no Teatro Maria Matos.

A atriz iniciou a carreira profissional no teatro mas foi a televisão que ganhou mais popularidade. Ainda assim, nunca deixou o teatro e integrou inúmeras peças, tendo-se destacado nos espetáculos de revista.

Mais recentemente, na SIC, protagonizou a novela “Golpe de Sorte” e, atualmente, integrava o elenco da novela “A Serra” e da série “Patrões Fora”.

Daniel Oliveira, diretor de programas da SIC, esteve em direto no “Primeiro Jornal” e emocionou-se a lembrar a vida da atriz. “Deixa-nos um legado de talento, de boa energia. Era alguém com quem era muito fácil trabalhar que tocou as pessoas que conheceu”, disse ao também emocionado Bento Rodrigues.

“É celebrar o talento dela que nunca será esquecido”, concluiu o diretor.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.