Por não ter seguro de saúde, a mulher recusou pagar o valor pedido e foi transferida para o Hospital de S. João, onde recebeu assistência. Levou 15 pontos na cabeça e no nariz e partiu o pulso.

Uma mulher de 46 anos caiu nas escadas rolantes do hospital Trofa Saúde Alfena, em Valongo, quando acompanhava a sogra numas análises. Quando pediu socorro, ter-lhe-á sido indicado que, por não ter seguro de saúde, as suturas teriam o custo de 300€.

A situação foi partilhada pelo marido de Fernanda Teixeira nas redes sociais, contando já com mais de 600 comentários e 1,4 mil partilhas. Na publicação, datada de 17 de fevereiro, Rui Jorge mostra a mulher já depois de receber cuidados médicos e conta que o Hospital Privado lhe negou auxílio, a menos que pagasse 300€. Por ter recusado pagar, o hospital terá explicado ao marido da vítima que teria de ser ele a chamar uma ambulância para que a mulher fosse transferida para um hospital público.

Ao JN, a vítima mostrou-se indignada e afirmou que “é desumano! Só quiseram saber do dinheiro!”. Fernanda acabou por ser transportada pelos Bombeiros de Ermesinde para o Hospital de S. João, onde levou 15 pontos na cabeça e no nariz e partiu o pulso.

“Ela bateu com a cabeça. Podia ser grave e morria à espera”, afirma Rui também ao JN, garantindo que não quer indemnizações. “Só quero justiça. Isto não pode acontecer”. Fernanda já apresentou queixa na GNR e participou o caso à Entidade Reguladora da Saúde.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.