Fecho é temporário e deve-se à remodelação do espaço localizado na Praça 5 de Outubro, Castêlo da Maia.

Os serviços do Museu de História e Etnologia da Terra da Maia estarão encerrados ao público a partir do dia 08 de julho e até ao dia 27 de setembro de 2019. Este encerramento acontece por motivos de obras e remodelação das exposições.

DS Crédito

O Museu de História e Etnologia da Terra da Maia encontra-se instalado num edifício que funcionou como Paços do Concelho até 1902 e cujas origens deverão remontar ao século XVIII.

Funcionou posteriormente como escola primária, sede do Sport Club do Castêlo da Maia, sede da Junta de Freguesia de Santa Maria de Avioso, Posto de Correios e Registo Civil até ao seu encerramento, em 1998, para obras de adaptação a Museu Municipal.

No entanto, o projeto de um museu para a Terra da Maia, unidade geográfica administrativa entre o Rio Ave e o Rio Douro, remonta à década de 1960, quando foi instalada uma exposição histórica e arqueológica no claustro da Igreja Conventual de Moreira da Maia, mas somente em 2001 foi inaugurado o Museu de História e Etnologia da Terra da Maia, com uma coleção organizada no âmbito das áreas temáticas da História e da Etnologia.

A base do museu é a coleção etnográfica Moreira de Figueiredo, recolhida no concelho durante as décadas de 1970/80, com o objetivo de registar, através de objetos, os mais destacados aspetos da ruralidade e do quotidiano local.

Essas coleção, composta por cerca de 200 objetos, com destaque para os ciclos agro-laborais do linho e dos cereais e para sistemas de atrelagem de animais, foi enriquecida com outros materiais relacionados com as tecnologias tradicionais utilizadas no transporte e elevação da água e com objetos que documentam profissões e atividades extintas.

A coleção histórica pretende evocar aspetos do passado da região através de objetos que identificam ideias e fenómenos sociais.

A história antiga encontra-se documentada por uma coleção arqueológica.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.