O número de centenários quintuplicou desde 2000 e as mulheres continuam a ser a esmagadora maioria, representando 88% do total.

O Japão tem 86.510 pessoas com idade igual ou superior a 100 anos. É um novo recorde divulgado nos dados divulgados pelo Ministério da Saúde japonês. O número de centenários quintuplicou desde 2000.

Cozinca

Os números, divulgados por ocasião do Dia do Respeito pelos Idosos, representam um aumento de 6.060 pessoas em relação ao ano anterior, de acordo com a informação fornecida pelo Ministério, citada pela agência Efe.

As mulheres continuam a ser a esmagadora maioria das pessoas centenárias, representando 88% do total (76.450 pessoas), mais 5.475 que no ano anterior.

Os homens com idade igual ou superior a 100 anos ultrapassaram pela primeira vez os dez mil, com um total de 10.060, um aumento de 585 indivíduos em relação a 2020.

O número de pessoas centenárias no Japão tem crescido de forma significativa nas últimas cinco décadas, um aumento que especialistas atribuem ao desenvolvimento de tecnologias e tratamentos médicos.

Em 1963, quando se realizou o primeiro estudo, os japoneses com mais de 100 anos eram apenas 153.

Em 1998, esse número atingiu os 10 mil, alcançando os 30 mil em 2007, até superar os 50 mil cinco anos mais tarde, segundo dados do Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-estar japonês.

A japonesa Kane Tanaka, com 118 anos, é hoje a mulher mais velha do país, tendo sido reconhecida como a pessoa mais velha do mundo pela associação norte-americana Gerontology Research Group (GRG).

Por sua vez, o homem mais velho do Japão é Mikizo Ueda, com 111 anos.

O envelhecimento da população é um dos grandes desafios para o Japão, com uma taxa de natalidade em constante declínio, suscitando preocupações sobre as perspetivas económicas e a mão-de-obra do país.

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas leem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.