Notícias Maia

Poder de compra dos Maiatos é superior à média nacional

Partilhas

Valores recentemente divulgados pelo INE mostram que o poder de compra dos habitantes da Maia é 13,2% superior à média nacional, sendo que em 1993 era apenas 9,0% maior. Neste período, para o qual existem dados, os Maiatos ganharam poder de compra em relação ao resto do país.

Comparar os rendimentos e o poder de compra, mais especificamente o poder de compra per capita, permite analisar rapidamente onde há, em média, maior e menor bem-estar material.

Neste indicie, apenas 33 dos 308 municípios portugueses apresentavam, em 2015, um indicador do poder de compra per capita (IpC) acima da média nacional (100), tendo a Maia atingido o valor de 113,2.

Olhando para o panorama nacional, os valores situam-se entre os apenas 55,83 da Ponta do Sol, na Madeira, e os 214,5 obtidos em Lisboa. Assim, ao mesmo tempo em que no município madeirense o poder de compra é quase metade da média nacional, na capital este mesmo poder de compra é mais do dobro da média de todos os municípios.

Cerca de metade dos municípios (48%) apresentavam um IpC abaixo de 75, indicando que possuem um poder de compra pelo menos 25% inferior à média.

Município (Grande Porto) Poder de Compra
Porto 161,4
Matosinhos 123,7
Maia 113,2
Espinho 104,6
Vila Nova de Gaia 99,6
 Vila do Conde 96,6
Póvoa de Varzim 94,9
Trofa 91,1
Valongo 91,1
Santo Tirso 85,1
Gondomar 84
Paredes 78,2

COMENTE

Publicidade

Publicidade

media & meios

Newsletter

Top