Conheço Luís Montenegro há vários anos. Trabalhei com ele na Assembleia da República durante o mandato de Pedro Passos Coelho, naqueles que foram talvez os quatro anos mais exigentes da democracia portuguesa.

DS Crédito

Numa altura em que era necessário cumprir o programa de ajustamento originado e negociado pelo PS, coube ao Partido Social Democrata governar em difíceis condições, que obrigaram à tomada de medidas impopulares e nem sempre unânimes na bancada parlamentar.

Luís Montenegro foi durante este difícil período um líder exímio, que soube agregar os deputados, congregar vontades diferentes, fazer cedências e realizar com mestria os equilíbrios necessários à estabilidade governativa.

Hoje o País precisa de uma oposição forte. Uma oposição que seja alternativa de governação e tenha a capacidade de oferecer aos portugueses as reformas para um futuro mais próspero. Reconheço no Luís Montenegro a força, a inteligência, a seriedade, o rigor, a determinação e a capacidade de agregar consensos que o País necessita, agora na oposição e depois na governação.

O País precisa de uma oposição com um projeto capaz de vencer eleições por mérito próprio sem ter de esperar que seja o PS a perdê-las pela inação e incapacidade governativas.

O PSD precisa de um líder que faça oposição ao governo e não oposição ao PSD. O PSD precisa de todos nós.

É por isso tempo de apoiar uma liderança que encontre nas diferenças de opinião e na liberdade de escolha qualidades essenciais num partido que se quer plural, representativo da sociedade civil e aberto a todos. Luís Montenegro conta com todos e já anunciou que conta com quem não é seu apoiante, nem pensa como ele, para construir o futuro. Mais. Luís Montenegro não voltaria as costas aos nossos autarcas, em momentos exigentes da vida política. O seu sentido de proximidade é unanimemente reconhecido e estou certa que dele ouviríamos palavras de confiança e incentivo.

Por tudo isto, mas também pelo reacendimento da solidariedade, da proximidade e da palavra enquanto valores da social democracia, eu apoio o Luís Montenegro!

Pela Maia, por Portugal e pelo PSD, mas sobretudo, pelas Pessoas, eu apoio o Luís Montenegro!

Emília Santos
Vereadora da Câmara Municipal da Maia

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.