O maior pavilhão da cidade do Porto será, a partir da próxima semana, um hospital de “missão” que servirá de “retaguarda” para os hospitais da cidade.

“A missão é clara: tratar de muitos que, estando infetados com covid-19 e precisando de assistência hospitalar, dentro de dias, não terão lugar nos hospitais de Santo António e São João dada a afluência que se prevê para estas unidades” – Rui Moreira, presidente da Câmara Municipal do Porto, anunciou hoje a criação de um hospital de campanha para tratar doentes infetados com Covid-19.

Cozinca

O autarca afirmou que prefere chamar-lhe “hospital de missão” em vez de hospital de campanha explicando que “temos coletivamente uma missão que é tudo usar para preservar dois princípios: o do direito à vida e do direto à dignidade“.

O espaço terá capacidade para 300 camas que servirão como “retaguarda aos hospitais públicos”. A montagem deste hospital é possível pela colaboração do Exército Português e também pela cedência do espaço por parte do Círculo de Cristal. Rui Moreira lembra que o Super Bock Arena tem grandes condições para albergar estes hospital tendo em conta que o pavilhão foi renovado recentemente. A melhorada arena tem “climatização, instalações sanitárias de grande qualidade, amplos espaços que permitirão a instalação de enfermarias para tratamento de doentes mais específicos” e, além disso, encontra-se “a poucos minutos do Hospital de Santo António”

A gestão clínica será garantida pelo Concelho Regional da Ordem dos Médicos que, segundo o autarca, poderá receber doentes “já na próxima semana”

Veja aqui o vídeo onde Rui Moreira fala sobre o hospital de missão que será montado no Super Bock Arena.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.