Notícias Maia

Preço das casas na Maia cresce acima da média nacional

Partilhas

No 3º trimestre de 2018, o valor das casas na Maia subiu 16,7% em comparação com o mesmo período do ano anterior. Variação trimestral foi de 6,1%.

Os dados, compilados no Índice de Preços Residenciais da Confidencial Imobiliária, mostram uma tendência acelerada de subida dos preços. No ranking dos maiores aumentos percentuais, o município da Maia ocupa a 15ª posição, atrás de cidades como Porto (1º), Vila do Conde (3º), Valongo (8º) e Matosinhos (11º).

Num ano, no terceiro trimestre de 2018 face ao mesmo período do ano anterior, os preços das casas em Portugal subiram 15,6%. A nível nacional, foi no Porto que os preços mais subiram em termos homólogos: 28,8%. Em termos trimestrais, face ao segundo trimestre de 2018, cresceram 7,4%.

Dos 278 municípios monitorizados no índice, 90 apresentaram crescimentos homólogos acima dos 10% e duas dezenas mostraram valorizações superiores à média nacional.

Dados desactualizados do INE dificultam programa de rendas acessíveis

Segundo o jornal Público, o Governo vai regulamentar nos próximos três meses os mecanismos para a criação do mercado de arrendamento acessível. O INE, a quem foi pedido para desenvolver as estatísticas que vão fixar o valor de mercado, tem revelado números desajustados da realidade. Em quase todas as comparações feitas pelo jornal, entre os números da Confidencial Imobiliária e os dados do INE, a diferença entre os valores de renda apurados ronda os 20%.

COMENTE

Publicidade

Publicidade

media & meios

Newsletter

Top