Notícias Maia

PSP detém ciclista que circulava com taxa de 1,84 g/l na Maia

© DR
Partilhas

A Polícia de Segurança Pública (PSP) deteve um homem que circulava em bicicleta sob efeito de álcool, hoje de madrugada, em Águas Santas, segundo o comando policial metropolitano.

O indivíduo, de 29 anos, circulava de bicicleta por volta das 04:30 horas da madrugada e chamou a atenção dos agentes da PSP por ziguezaguear.

A equipa da Esquadra de Intervenção e Fiscalização Policia da Divisão da Maia submeteu o homem ao teste de alcoolemia, tendo este acusado uma taxa de álcool no sangue de 1,84 gramas por litro.

Proibido circular de bicicleta com álcool no sangue, mesmo que não tenha carta

É proibido conduzir qualquer veículo sob a influência do álcool ou de substâncias psicotrópicas. A taxa máxima permitida é de 0,49 g/l, independentemente de estar ou não habilitado por carta de condução.

 

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.

Publicidade

Publicidade

media & meios

Newsletter

Top