No âmbito do Roteiro das Freguesias iniciado em 2017, a Comissão Política do CDS Maia marcou a sua agenda do último fim-de-semana em Milheirós onde reuniu com o executivo desta Junta de Freguesia e visitou ainda a Escola Dramática e Musical de Milheirós da Maia.

Na visita à Escola Dramática e Musical de Milheirós da Maia (EDMMM), pela mão de Manuel Luís Carvalho, Presidente da Direcção, a Comissão Política do CDS Maia ficou a par da actividade diária da colectividade e da sua importância para a comunidade da freguesia. Durante a visita às instalações foi perceptível o papel que a colectividade desempenha também na rotina da população sénior. Para Manuel Oliveira, Presidente da Comissão Política do CDS Maia “a EDMMM é uma das colectividades mais genuínas e antigas do município que, além de possibilitar práticas de formação musical e de expressão dramática, apoia ainda o envelhecimento activo da população sénior sendo, por isso, um belo exemplo do associativismo que chega mais depressa que o Estado às carências desta faixa da população”.

DS Crédito

A EDMMM, que comemorou em 2018 os seus 90 anos de actividade, tem, entre outros, a ambição de recuperar a oferta de programação cinematográfica e a construção, articulado com o edifício sede, de um novo espaço mais acessível e com mais valências para a população sénior.

O dia dedicado a Milheirós terminou em reunião com a Presidente da Junta de Freguesia, Maria José Neves. Neste contacto foram abordadas questões do planeamento urbano da freguesia e os desafios futuros nesta matéria. A descentralização de competências e as actividades desenvolvidas pelo executivo de junta também foram alvo de uma longa e produtiva discussão em que se abordou ainda a potencialidade turística dos moinhos do Leça, as preocupações com o edifício actual do Centro de Saúde de Milheirós e a caracterização do tecido empresarial desta freguesia.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.