Estudo mostra que no Hospital de Santo António, no Porto, há 10 vezes mais infetados do que o número identificado anteriormente.

O número de enfermeiros e assistentes operacionais dos hospitais de Santo António e Santa Maria infetados com a Covid-19 pode ser dez vezes superior aos dados conhecidos, de acordo os resultados de testes serológicos feitos aos profissionais destes hospitais. O estudo é da responsabilidade da Fundação Champalimaud, em associação com a Ordem dos Enfermeiros.

Notícias Maia

Os dados hoje divulgados mostram que entre as pessoas testadas no Hospital de Santo António, no Porto, há 10 vezes mais infetados do que o número reconhecido anteriormente, e que no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, o número de infetados é 11 vezes superior.

657 testados entre 1160 profissionais expostos

A despistagem serológica abarcou 657 profissionais. Em específico, foram testados 206 enfermeiros e 141 assistentes no Hospital de Santo António, e 184 enfermeiros e 126 assistentes no Hospital de Santa Maria. Assim, no Porto, 8,4% dos profissionais já foram infetados, sendo na maioria assintomáticos nunca antes identificados com a Covid-19. Em Lisboa a percentagem foi de 6,5%.

No Hospital de Santo António, de um total de 359 enfermeiros e 258 assistentes operacionais, foram testados 347. Os resultados expuseram que 8,3% dos enfermeiros e 8,5% dos assistentes tinham sido infetados. No Hospital de Santa Maria, entre 355 enfermeiros e 188 assistentes, foram feitos testes sorológicos a 310. Concluiu-se que já tinham sido infetados 7,6% dos enfermeiros e 4,7% dos assistentes.

Testes de imunidade

Os testes serológicos servem para medir a presença no sangue de anticorpos contra um vírus. Permitem perceber se a pessoa esteve em contacto com o virus e se adquiriu imunidade. No caso concreto do novo coronavírus 2019-nCoV que provoca a Covid-19, a questão da imunidade ainda está a ser alvo de estudos.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.