Colaboradores do Pingo Doce de Gueifães protestaram durante a manhã de hoje em frente ao hipermercado. Os trabalhadores dizem sentir-se “pressionados e observados”.

Os funcionários contestaram a presença de uma câmara de vigilância na área social e a alteração dos horários sem avisos prévios, exigindo ainda a “correção de injustiças e aumento dos salários”, avança o Jornal de Notícias.

De acordo com o jornal, Maria Bento, delegada sindical da loja, garante que os colaboradores estão a ser controlados com câmaras que, ao contrário de ajudarem no aumento da segurança, “servem para controlar”. A mesma sindicalista revela que trabalha há 21 anos no Pingo Doce e recebe apenas 629 euros por mês, valor que não é atualizado há cerca de nove anos.

Uma outra trabalhadora na mesma empresa, Cristina Ferreira, refuta a medida que está em negociações sobre um aumento de três euros por mês, adiantando que os trabalhadores não aceitam a exigência do regime do banco de horas.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.