Notícias Maia

Trabalhadores do Pingo Doce de Gueifães em protesto

CGTP
Partilhas

Colaboradores do Pingo Doce de Gueifães protestaram durante a manhã de hoje em frente ao hipermercado. Os trabalhadores dizem sentir-se “pressionados e observados”.

Os funcionários contestaram a presença de uma câmara de vigilância na área social e a alteração dos horários sem avisos prévios, exigindo ainda a “correção de injustiças e aumento dos salários”, avança o Jornal de Notícias.

De acordo com o jornal, Maria Bento, delegada sindical da loja, garante que os colaboradores estão a ser controlados com câmaras que, ao contrário de ajudarem no aumento da segurança, “servem para controlar”. A mesma sindicalista revela que trabalha há 21 anos no Pingo Doce e recebe apenas 629 euros por mês, valor que não é atualizado há cerca de nove anos.

Uma outra trabalhadora na mesma empresa, Cristina Ferreira, refuta a medida que está em negociações sobre um aumento de três euros por mês, adiantando que os trabalhadores não aceitam a exigência do regime do banco de horas.

COMENTE
MaiaSymphonic

Publicidade

Publicidade

media & meios

Newsletter

Mais Populares

Top